segunda-feira, 28 de setembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Liga Jurídica 2005

Futebol de campo

 

Liga Jurídica 2005

As redes balançaram dezoito vezes na quinta rodada da Liga Jurídica Interescritórios, disputada no último domingo, dia 21/8, nos campos do clube da Telesp. Foram quatro jogos, resultando numa média de 4,5 gols por jogo. Às 13 horas aconteceram os primeiros confrontos: Felsberg, Pedretti, Mannrich e Aidar - Advogados e Consultores Legais x Menezes e Lopes Advogados Associados e Lacaz Martins, Halembeck, Pereira Neto, Gurevich & Schoueri Advogados x Duarte Garcia, Caselli Guimarães e Terra Advogados. Encerrados esses dois jogos, mais duas partidas fecharam a rodada: Pinheiro Neto Advogados x Tozzini, Freire, Teixeira e Silva Advogados e Machado, Meyer, Sendacz e Ópice Advogados x Demarest e Almeida Advogados.

 

 

Ao contrário do que aconteceu na quinta rodada do torneio society, no último dia 7, quando ventou e fez frio, a quinta rodada do torneio de futebol de campo foi disputada debaixo de um sol forte. Mas nenhuma equipe se preocupou com isso e o que se viu dentro das quatro linhas foram atletas correndo e tentando a vitória em todos os momentos.

 

Destaque para a vitória do Lacaz Martins, Halembeck, Pereira Neto, Gurevich & Schoueri Advogados sobre o Duarte Garcia, Caselli Guimarães e Terra Advogados por 6 x 0 e para a atuação do camisa 11, Marcel Hira, autor de três gols. Nas outras partidas o que se viu foi muito equilíbrio, mas, apesar disso, nenhum jogo terminou empatado. O Machado, Meyer, Sendacz e Ópice Advogados venceu o Demarest e Almeida Advogados por 2 x 1 em um jogo emocionante e se isolou na liderança da competição com 15 pontos em cinco jogos - 100% de aproveitamento. O time vermelho tem ainda o melhor ataque (com 24 gols anotados) e a defesa menos vazada do torneio (três gols sofridos) e já está classificado para a próxima fase.

 

A partida contra o Demarest foi, sem dúvida, uma das mais equilibradas do campeonato. Embora tenha sido um pouco superior, o MMSO demorou a conseguir o gol. Na segunda metade da etapa final, o Demarest empatou e a vitória do MMSO veio nos últimos minutos, num bonito chute de Fernando Monteiro.

 

O Menezes e Lopes Advogados Associados, que até então também tinha 100% de aproveitamento, tropeçou diante do Felsberg, Pedretti, Mannrich e Aidar - Advogados e Consultores Legais e perdeu a chance de se manter na ponta da tabela ao lado do MMSO. O time não repetiu as boas atuações dos quatro jogos anteriores e viu o camisa 9 do Felsberg, Guilherme, comandar o time preto na vitória por 3 x 1. O resultado foi bastante comemorado pelo Felsberg, que conseguiu subir para o quarto lugar, entrando na zona de classificação para a fase seguinte da Liga.

 

Em outro jogo emocionante, o Pinheiro Neto Advogados levou a melhor sobre o Tozzini, Freire, Teixeira e Silva Advogados - 3 x 2. O time jogou boa parte do segundo tempo com um jogador a menos, já que o camisa 5, Eduardo, foi expulso. No entanto, o time contou com a boa atuação do camisa 11, Alexandre Almeida, que marcou duas vezes e foi decisivo para a equipe se manter na terceira colocação, agora com 10 pontos.

 

Ao final da rodada, os quatro primeiros colocados da Liga Jurídica são: MMSO, com 15 pontos; Menezes e Lopes, com 12; Pinheiro Neto, com 10; e Felsberg, com oito pontos. O Demarest é o quinto colocado com sete pontos e segue com chances de passar para o mata-mata.

 

Em sexto lugar está o Lacaz Martins, com três pontos, mesmo número do Tozzini. As duas equipes somam uma vitória e quatro derrotas e ambas marcaram sete gols. A diferença é que o Lacaz sofreu 14 gols e tem saldo melhor, já que o Tozzini levou 17. Na lanterna do campeonato está o Duarte Garcia, que ainda não somou pontos. Para conquistar sua primeira vitória, o time ainda tem pela frente Felsberg e Demarest.

 

(Partida entre Machado, Meyer, Sendacz e Ópice Advogados e Demarest e Almeida Advogados)

 

Mais informações, clique aqui.

________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/1/1900 12:00