Migalhas

Sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

Piloto é levado em assalto ao aeroporto de Cáceres

segunda-feira, 5 de setembro de 2005


Piloto é levado em assalto ao aeroporto de Cáceres

Este foi o 3º avião roubado no aeroporto de Cáceres de um total de 6 roubados na fronteira em 2005.

Três homens encapuzados assaltaram o aeroporto "Nelson Martins Dantas", em Cáceres, na manhã de sábado e levaram piloto e empresário Nelson Melo Dantas e o avião dele, um Cessna Skyline prefixo PT-JVX.

O assalto aconteceu por volta das 11h. O piloto estava sozinho e preparava o aparelho para transportar um grupo de pára-quedistas que ainda não estava no aeroporto. Ao aproximar-se das bombas de abastecimento foi surpreendido por três homens que saíram de um matagal no entorno do aeroporto. Os três estavam armados de revólveres e rapidamente renderam o piloto, que foi obrigado a decolar com o avião.

Segundo duas testemunhas que estavam próximas ao local, um funcionário responsável pelo abastecimento das aeronaves e um vigia, os assaltantes falavam português sem sotaque castelhano, e ao que tudo indica eram brasileiros. É que no último assalto ao mesmo aeroporto de Cáceres no final do mês de maio, quando foram levadas duas aeronaves, os assaltantes seriam bolivianos.

As investigações começaram a ser conduzidas pelo delegado de Roubos e Furtos de Cáceres que também é gerente do Grupo Especial de Operações de Fronteiras (Gefron), Carlos Eduardo Marchi. Ele ouviu as testemunhas e repassou as informações para a Polícia Federal, que entra no caso pelo fato de o piloto ter sido sequestrado, e supostamente, levado para território estrangeiro.

O delegado informou que na tarde de sábado um avião com as características do que foi roubado foi visto em San Matias, por policiais do posto do Gefron na fronteira com a Bolívia e também por soldados do exército boliviano na região.

O esforço agora é no sentido de conseguir apoio das autoridades bolivianas para que o piloto seja resgatado e o avião recuperado. Até o final da tarde de ontem a polícia não tinha novas pistas sobre o caso. "A única certeza é a de que a aeronave será destinada a prestar serviços ao narcotráfico em território boliviano", afirmou o delegado.

Assaltos - O piloto Nelson Melo Dantas tem 40 anos, é empresário do setor de táxi-aéreo em Cáceres e é filho do também empresário do mesmo ramo, Nelson Martins Dantas, já falecido, e que empresta o nome ao aeroporto da cidade.

O avião roubado sábado no aeroporto de Cáceres é o sexto tomado em assalto só este ano na região de fronteira com a Bolívia. Foram roubadas aeronaves nos aeroportos de Mirassol do Oeste, Pontes e Lacerda e três em Cáceres, considerando a que foi roubada no sábado. O último roubo em Cáceres foi o mais ousado. Quatro homens com sotaque castelhano renderam funcionários do hangar do "Nanô" e levaram duas aeronaves. Uma pertencente a uma empresa de reflorestamento, a "Floresteca" e outra ao próprio empresário Paulo Nanô, dono do hangar. Apesar das investigações que tem também a colaboração de autoridades bolivianas, nenhuma das aeronaves foi recuperada até agora.
_____________

patrocínio

últimas quentes