Migalhas

Domingo, 5 de abril de 2020

ISSN 1983-392X

Telefonia

Vendas de novas linhas telefônicas são suspensas em Porto Alegre

Procon atende pedido da OAB/RS.

domingo, 15 de julho de 2012

A diretora executiva do Procon de Porto Alegre, Flavia do Canto, afirmou que na segunda-feira notificará as operadores que, por medida cautelar, estarão proibidas de realizar a venda de novas linhas telefônicas.

A OAB/RS entregou representação requerendo o cancelamento da venda de novas linhas telefônicas móveis, desconto nas faturas e multa por falta de cumprimento do dever de informação pelas operadoras.

No documento entregue, foi anexado um relatório com 500 formulários de consumidores, recebidos pelo site da entidade apontando os "pontos cegos" de serviços de telefonia em todo o Estado do RS. "Quando dói no bolso parece que as empresas tem uma atenção diferenciada junto ao consumidor. É importante também salientar que hoje, nós vemos uma omissão inaceitável da Anatel, que é absolutamente inoperante no seu papel. Tudo o que estamos é uma obrigação da Agência. Ela deve avaliar e cobrar bons serviços das companhias", afirmou o presidente da OAB/RS, Claudio Lamachia.

O presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, afirmou que a atitude tomada pela seccional gaúcha da OAB, de entregar ao Procon de Porto Alegre pedido de imediato cancelamento da venda de novas linhas telefônicas móveis, vai ao encontro à recente afirmação feita por ele, de que as operadoras tem praticado um verdadeiro "estelionato telefônico" no Brasil.

O mesmo tema foi tratado em reunião da qual Ophir participou com presidente da Anatel, João Batista de Rezende, no último dia 4/7, na qual dirigentes da OAB e representantes da Assembleia Legislativa gaúcha requereram que a Anatel se ponha ao lado dos consumidores e realizasse com a entidade ações conjuntas mais profícuas em prol da oferta de um melhor serviço ao consumidor.

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

-