terça-feira, 13 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

AP 470

STF conclui julgamento dos réus ligados ao PP, PL, PTB e PMDB

Na próxima sessão, o ministro Joaquim Barbosa dará início à análise da acusação quanto ao crime de corrupção ativa.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

O plenário do STF terminou de votar, nesta segunda-feira, 1º, as acusações de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e formação de quadrilha atribuídas aos réus ligados ao PP, PL, PTB e PMDB, partidos políticos que compunham a base aliada ao governo Federal na época da denúncia do mensalão. Na sessão de ontem votaram os ministros Dias Toffoli, Marco Aurélio, Celso de Mello e Ayres Britto.

Foram condenados 11 réus dos 13 acusados de lavagem de dinheiro, 5 dos 8 acusados de formação de quadrilha e dez dos dez acusados de corrupção passiva. Dos 13 réus que tiveram suas condutas examinadas até agora neste item VI da denúncia, 12 foram considerados culpados dos fatos delituosos.

Com o voto do presidente da Corte, houve um empate quanto ao crime de lavagem de dinheiro do ex-deputado Federal José Borba. O réu recebeu cinco votos pela condenação e cinco pela absolvição no delito. O ministro Ayres Britto afirmou que o empate será resolvido no final do julgamento.

Nesta quarta-feira, 3, o ministro Joaquim Barbosa, relator, dará início à análise da imputação de corrupção ativa, que envolve os réus José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares, Marcos Valério, Ramon Hollerbach, Cristiano Paz, Rogério Tolentino, Simone Vasconcelos, Geiza Dias e Anderson Adauto.

Veja o resumo dos votos de cada ministro no capítulo VI.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 2/10/2012 08:45

LEIA MAIS