segunda-feira, 12 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Desvio de verba

Processo de repatriação dos recursos desviados por Lalau é encerrado

inShare.0 terça-feira, 9/7/2013 Depois de 13 anos de esforços junto ao governo suíço, o MJ e a AGU conseguiram repatriar US$ 4,7 mi (cerca de R$ 10,7 mi) mantidos por Nicolau dos Santos Neto em bancos suíços.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Depois de 13 anos de esforços junto ao governo suíço, o MJ e a AGU conseguiram repatriar US$ 4,7 mi (cerca de R$ 10,7 mi) mantidos por Nicolau dos Santos Neto em bancos suíços. No enfrentamento à corrupção e a lavagem de dinheiro, é o maior valor recuperado pelo governo brasileiro de uma única vez.

O montante é oriundo de corrupção e desvio de verbas públicas relacionados à construção do TRT da 2ª região, na década de 90.

Fruto da atuação conjunta da SNJ, por meio do DRCI - Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional, e da AGU, por meio do Departamento Internacional da Procuradoria-Geral da União, a ação é considerada um marco na atuação conjunta dos órgãos do governo brasileiro no combate à corrupção e ao crime transnacional e reflete o avanço nas relações de cooperação jurídica internacional entre Brasil e Suíça.

Além do MJ e da AGU, contribuíram para o êxito da ação o Poder Judiciário, o MPF e a PF. Da parte suíça, atuaram o "Office Federal de la Justice" - autoridade central suíça para o trâmite de pedidos de cooperação - e o escritório de advocacia contratado pelo Brasil.

Os valores serão transferidos para a conta única do Tesouro Nacional para reparar o dano causado ao erário.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/7/2013 14:03

LEIA MAIS