quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Shopping indenizará por utilização indevida da marca Greenpeace em revista
Conotação comercial

Shopping indenizará por utilização indevida da marca Greenpeace em revista

Shopping Iguatemi e Carta Editorial foram condenados ao pagamento de indenização por dano moral e material.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

A 5ª câmara de Direito Privado do TJ/SP manteve a condenação do Shopping Iguatemi e das empresas Carta Editorial Ltda. e Doria Associados Consultoria e Comércio Ltda., em razão da utilização indevida da marca Greenpeace em editorial de moda veiculado na revista institucional do shopping, "Avant-garde".

A câmara considerou, ao rejeitar embargos infringentes, que o modo de apresentação gráfica do termo "Greenpeace" no sumário e nas páginas em que se anunciam roupas revela o "interesse de associar a imagem da reconhecida entidade de proteção ambiental ao vestuário posto à venda", demonstrando a presença de conotação comercial na utilização da marca sem licença da proprietária.

A sentença julgou improcedente a ação indenizatória lastreada no uso desautorizado da marca. Em recurso, por maioria de votos, a turma julgadora deu provimento ao apelo para condenar as rés, solidariamente, ao pagamento de indenização por dano moral e material.

A 5ª câmara, ao manter a condenação, destacou que "de forma sub-reptícia a marca 'Greenpeace' foi lançada no periódico sem autorização do titular com o escopo de otimizar a imagem das peças de vestuário colocadas à venda e assim angariar lucro para todas as empresas anunciantes que são personificadas pelo shopping."

A Associação Civil Greenpeace é representada pelo escritório Falletti & Penteado Advogados.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/8/2013 09:44