quarta-feira, 30 de setembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Conselho Federal

OAB aprova moção de desagravo a advogado agredido no MA

O causídico foi vítima de violência física e verbal nas dependências do Fórum Astolfo Serra, em São Luís/MA, motivadas pelo fato de defender em juízo interesses contrários aos do agressor e de sua empresa.

O pleno do Conselho Federal da OAB acolheu pedido do presidente da OAB/MA, Mário Macieira, de moção de desagravo ao advogado Geomilson Alves Lima. Nesta sexta-feira, 6, o causídico foi vítima de violência física e verbal nas dependências do Fórum Astolfo Serra, em São Luís/MA. As agressões, segundo a Ordem, teriam sido motivadas pelo fato de Geomilson defender em juízo interesses contrários aos do agressor e de sua empresa, que chegou a ter alguns bens bloqueados.

Segundo o presidente nacional da Ordem, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, a entidade não tolerará qualquer tipo de agressão ou intimidação ao pleno exercício profissional da advocacia e das liberdades democráticas, bem como quaisquer atos que atentem contra as prerrogativas da advocacia.Para Mário Macieira, "é preciso que qualquer tentativa de retrocesso à época da barbárie seja repudiada de maneira célere e contundente".

O dirigente destacou que a entidade tomará medidas judiciais contra o agressor. O conselheiro Federal da OAB/MA, Raimundo Ferreira Marques, classificou o ato cometido contra o colega advogado como abominável. "Não se pode confundir o papel do advogado, que está no exercício profissional representando a parte. E, ainda que se confunda, não é aceitável que a violência seja uma reação aceitável em qualquer situação, ainda mais nas serventias do judiciário".

Confira a nota de desagravo publicada pela seccional maranhense da OAB.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/9/2013 03:19