Migalhas

Segunda-feira, 6 de abril de 2020

ISSN 1983-392X

Magistrados

TJ/SP empossa três novos desembargadores

Tomaram posse Luciana Almeida Prado Bresciani, Márcio Martins Bonilha Filho e Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Os juízes Luciana Almeida Prado Bresciani, Márcio Martins Bonilha Filho e Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia tomaram posse nesta quinta-feira, 26, como desembargadores do TJ/SP. A cerimônia foi conduzida pelo presidente Ivan Sartori e ocorreu no gabinete da Presidência.

Segundo ele, os recém-empossados são merecedores de reverência. "Galizia é um homem de caráter ímpar e de trajetória exemplar. Bonilha Filho saiu ao pai, duas pessoas que têm honrado a magistratura. Luciana é extremamente preparada, mulher de presença marcante, de forte personalidade, e ao mesmo tempo sensível e gentil."


Paulo Galizia, Luciana Bresciani e Márcio Bonilha Filho

_____________

Luciana Almeida Prado Bresciani, 49 anos, é natural de Jaú/SP. Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Bauru (Turma de 1985), ingressou na magistratura em 1988, como juíza substituta da 1ª circunscrição judiciária, com sede em Santos, e trabalhou nas comarcas de Queluz e Cotia. Por quase 20 anos, atuou na capital e atualmente era juíza substituta em 2º grau desde julho de 2009.

Márcio Martins Bonilha Filho,52 anos, é natural de São Paulo e filho do ex-presidente do TJ/SP Márcio Martins Bonilha, do biênio 2000/01. Formado pela Faculdade de Direito da USP (Turma de 1985), ingressou na magistratura como juiz substituto da 44ª circunscrição judiciária, com sede em Guarulhos, em 1988. Trabalhou em Apiaí e em Caçapava e atuou ainda na 2ª vara de Registros Públicos da Capital. Desde maio de 2013, era juiz titular da 4ª cara da Família e das Sucessões de Santo André.

Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia, 52 anos, é natural de São Paulo. Formado em Direito pela USP (Turma de 1983), ingressou na magistratura em 1985 como juiz substituto da 34ª circunscrição judiciária, com sede em Piracicaba. Atuou nas comarcas de Bananal, Pindamonhangaba e Taubaté e nos foros regionais de Itaquera e Pinheiros. Foi removido para o cargo de juiz substituto em 2º grau de SP em 2009.

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

-