domingo, 11 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Ações

Gabinete da ministra Cármen Lúcia encerra 2013 com redução de acervo

A ministra conseguiu bater antecipadamente a meta de três mil processos em acervo no ano de 2013.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

O gabinete da ministra Cármen Lúcia conseguiu bater, antecipadamente, a meta de três mil processos em acervo no ano de 2013. Na última quinta-feira, 5, o número de ações chegou a 2.978, o que representa uma redução de 16% em relação ao número de 2012, 3.534 processos.

Com o resultado, a ministra Cármen Lúcia conseguiu manter o acervo processual em linha com o registrado no ano de 2011, a despeito ter ocupado, entre abril de 2012 e novembro de 2013, a presidência do TSE. Em 2011, o gabinete da ministra no STF registou o estoque de processos mais baixo desde que chegou à Corte, em 2006, totalizando 2.901 ações.

Ano

Número de processos em acervo

2011

2.901 ações

2012

3.534 ações

2013

2.978 ações

O resultado, de acordo com informações do gabinete, é devido à maior ênfase sobre a fase de finalização dos processos e à coordenação de atividades com a secretaria Judiciária do STF. Isso permitiu maior celeridade no procedimento de baixa definitiva dos processos julgados pela ministra, atendendo ao princípio constitucional da duração razoável do processo.

Decisões

Além de aprimorar o processamento da baixa definitiva, o gabinete também aumentou o número de decisões, chegando a 7.037 em 2013, frente a 5.739 em 2012. Desde que assumiu o cargo em 2006, a ministra proferiu 77.082 decisões, e foram distribuídos a seu gabinete 55.521 processos.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 10/12/2013 08:51