terça-feira, 20 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Promoção

Correspondente premiado

A correspondente Andréia Marques de Araújo, cadastrada em Boa Vista/RR, ganhou a obra "Conselho Nacional de Justiça".

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Seção "Correspondentes"

Nesta seção os causídicos autônomos e escritórios de advocacia poderão buscar nomes para auxiliá-los, como "Correspondente", em outras comarcas, bem como aqueles que quiserem se oferecer para prestar serviço desta natureza a estes profissionais e a estas respeitadas bancas poderão se cadastrar como "Correspondentes".

Além de prestar serviços a escritórios e advogados autônomos, o migalheiro "Correspondente" ainda conta com o benefício de semanalmente ser premiado com uma grande obra jurídica para engrandecer sua biblioteca.

  • Confira logo abaixo o Correspondente premiado desta semana.

__________

"Conselho Nacional de Justiça" (278p.), de Ilton Norberto Robl Filho, uma gentileza da Editora Saraiva.

Apesar de ter sido criado em 2004, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) passou a ser conhecido por grande parte da população no ano passado, quando as investigações de juízes acusados de venda de sentenças e de receber salários indevidos chegou aos jornais. O centro das discussões passou a ser o limite da atuação do órgão e sua legitimidade para controlar e disciplinar o Poder Judiciário. É nesse contexto que se insere a tese de doutorado do autor. Aqui, a atuação do CNJ será avaliada a partir da ideia-chave de accountability. O termo não tem correspondência direta na língua portuguesa, mas pode ser entendido como a necessidade de prestação de informações e de justificativas a respeito das decisões tomadas. Está configurada, portanto, uma tensão entre controle público das decisões e independência dos Poderes.

__________

Ganhadora :

Andréia Marques de Araújo, cadastrada em Boa Vista/RR

_________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 30/1/2014 07:17

LEIA MAIS