quarta-feira, 27 de outubro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Editora Globo deve indenizar por publicação de foto sem autorização
Intimidade

Editora Globo deve indenizar por publicação de foto sem autorização

Foto sem autorização retirada em local público não exclui resguardo à vida privada e à intimidade das pessoas.

quarta-feira, 26 de março de 2014

O juiz de Direito Marcelo Alberto Chaves Villas, da 2ª vara de Búzios/RJ, condenou a Editora Globo a indenizar em R$ 12 mil, por danos morais, uma jovem que teve uma foto sua, em momento de intimidade com o ator Kayky Brito, publicada na revista "Quem" e no site "globo.com" associada a um texto depreciativo.

A jovem conta que foi fotografada sem a sua autorização e que o texto que acompanhou a foto dizia que o ator havia beijado duas mulheres com alguns minutos de intervalo, sendo uma delas a autora.

A Editora Globo argumentou que a jovem e o ator não estavam em seu ambiente familiar ou em local reservado, a fim de que fosse preservada a intimidade do casal. Também alegou que estava no livre exercício do direito de informar, assegurado pela CF/88. Sustentou ainda que se a autora quisesse preservar a sua imagem, ela não deveria andar com pessoas famosas, cuja proteção da imagem sofre certas mitigações ante a notoriedade pública.

"Pela leitura da matéria jornalística ora inquinada não deixa de se depreender que o veículo de comunicação social sub-repticiamente deixa ao leitor a crítica depreciativa ao comportamento dos jovens envolvidos, que traz ínsita, embora não propriamente expressa, a preconcepção de comportamentos promíscuos", afirmou o magistrado.

Segundo ele, "a fotografia desautorizada, mas retirada em local público, não exclui, por si só, a proteção ao resguardo à vida privada e à intimidade das pessoas".

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 26/3/2014 09:35