quarta-feira, 14 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Cinema

Longa Simple Being convida a redescobrir a essência da vida

Coprodução internacional foi feita exclusivamente com recursos privados do Brasil, EUA e Itália.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

"Three weeks to discover what we need...and what we don't."

O que você faria se, de repente, não pudesse mais falar, ouvir ou ver? O medo de tudo o que deixamos de notar com a perda de um dos sentidos pode ser rapidamente seguido pela sensação de liberdade e conexão com o mundo ao nosso redor ao aguçar o uso de outro sentidos.

Essa é a proposta do diretor italiano Marco Ferrari no longa-metragem Simple Being, uma produção internacional por ele escrita.

A première brasileira do filme acontece neste sábado, 30, em Brasília. Simple Being é coproduzida pelo advogado Maurício Vedovato, coordenador do setor de Direito do Entretenimento, Mídia e Esportes da banca Lilla, Huck, Otranto, Camargo Advogados.

 

O longa instiga o público a refletir sobre a vida turbulenta e os excessos do cidadão do século XXI, ao propor um misto de realidade e ficção: o ator Sol Mason, na pele de Clive, passa por três semanas de abstinência. Em uma semana, é surdo; em outra, mudo; e na terceira, cego.

Em Simple Being, Marco Ferrari convida o espectador a tomar parte na jornada de Clive para também descobrir os detalhes que são perdidos no dia a dia. Ao final das três semanas, a busca termina ao diferenciarmos o que precisamos ou não para viver, a exata e verdadeira arte de uma vida simples na avalanche de informações que recebemos.

Trata-se de uma coprodução internacional que foi feita integral e exclusivamente com recursos privados oriundos dos EUA, Itália e Brasil. A equipe de produção conta com uma produtora italiana, uma venezuelana, um americano e o advogado Maurício Vedovato. O elenco tem atores americanos e australianos.

Em entrevista exclusiva à Migalhas, Vedovato conta o seu envolvimento com o projeto:

"O motivo principal para eu me envolver no projeto foi o desafio de viabilizar, como advogado e produtor, um tipo de obra audiovisual que envolvia múltiplos interesses internacionais e no qual não haveria dependência de recursos públicos. Essa independência, claro, foi para o bem e para o mal, mas ela demonstrou a existência de outros modos de financiar, produzir e distribuir conteúdo audiovisual em escala internacional, além dos tradicionais mecanismos de incentivo e tratados de coprodução."

De acordo com Maurício, mesclou-se o modo usual de produção de obras audiovisuais destinadas ao mercado internacional - como a preparação do projeto, captação de financiadores, seleção de profissionais, negociações com instituições financeiras, seguradoras e distribuidores - com métodos específicos de produção para novas mídias e plataformas, "visando especialmente a interatividade com o espectador, num padrão que seguiu os próprios temas tratados na obra".

Simple Being ganhou já o Castell Award no Barcelona Film Festival e o prêmio Excelência em Cinema no Festival de Amsterdã.

A première em terras tupiniquins acontece às 17h, no Cine Brasília, como parte da Mostra Competitiva do Brasília International Film Festival - BIFF; aqui a obra recebeu o nome de "Em busca do sentido da vida". Após a exibição haverá um debate com o diretor Marco Ferrari.

______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 27/8/2014 11:18