terça-feira, 20 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Júri de acusado por matar juiz corregedor de Presidente Prudente é adiado pelo TJ/SP

quarta-feira, 29 de março de 2006


Júri de acusado por matar juiz corregedor de Presidente Prudente é adiado pelo TJ/SP


O júri de João Carlos Rangel Luisi, um dos envolvidos no assassinato do juiz corregedor dos presídios e da vara de execuções criminais de Presidente Prudente, Antonio José Machado Dias, foi remarcado para o dia 14 de agosto.


O julgamento, que estava marcado para ontem, às 13h, não pode ser realizado porque o réu não foi apresentado, pois encontra-se preso no Centro de Detenção Provisória de Pinheiros, que passa por uma rebelião. Um júri não pode acontecer sem a presença do réu.


O processo está na 1ª Vara do Júri de São Paulo, em razão de um pedido de desaforamento (deslocamento do julgamento do processo de uma comarca para outra) formulado pela Vara do Júri de Presidente Prudente e deferido pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça.


O juiz corregedor foi morto com dois tiros no dia 14 de março na saída do Fórum de Presidente Prudente. Adilson Daghia, Reinaldo Teixeira dos Santos e Ronaldo Dias, conhecido como Chocolate, também são acusados do homicídio.
____________

Fonte: TJ/SP

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 29/3/2006 09:36