Migalhas

Segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

Júri nos EUA ouve áudio de vôo derrubado em 11/9

quinta-feira, 13 de abril de 2006


Júri nos EUA ouve áudio de vôo derrubado em 11/9


A gravação dos últimos momentos do avião derrubado na Pensilvânia nos ataques do dia 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos, foi ouvida durante o julgamento de Zacarias Moussaoui nesta quarta-feira.


O áudio da caixa preta do vôo 93 da United Airlines havia sido mostrado apenas para familiares das vítimas e sua transcrição deve ser tornada pública.


Os jurados ouviram os sequestradores falando em árabe e dizendo para os passageiros "calar a boca".


A promotoria quer mostrar como os seqüestradores trataram os reféns no vôo e convencê-los a votarem pela pena de morte.


Osama


A defesa de Moussaoui, que se declarou culpado de seis acusações de conspiração para atacar os Estados Unidos, alega insanidade, que ele teve pouca participação nos ataques e que condená-lo à morte iria realizar seu sonho de se tornar um mártir.


A juíza Leonie Brinkema avisou para a promotoria que uma sentença de morte poderia ser revogada por juízes de apelação se eles a julgarem prejudicial.


O avião caiu em Shanksville, matando todos os ocupantes.


Na terça-feira, após a promotoria ter mostrado imagens de corpos carbonizados no ataque ao Pentágono, Moussaoui gritou "queime o Pentágono todo da próxima vez".


Ele também deixou a sessão do tribunal gritando “Deus amaldiçoe todos vocês, Deus abençoe Osama”, se referindo ao líder da Al Qaeda, Oasama Bin Laden.


Moussaoui, um cidadão francês de origem marroquina de 37 anos, é a única pessoa presa nos Estados Unidos por ligação com os atentados de 11 de setembro.


Ele foi preso em 16 de agosto de 2001, depois de despertar suspeitas no instrutor da escola de pilotagem que estava freqüentando no Estado de Minnesota.
___________

Fonte: BBC

informativo de hoje

patrocínio

últimas quentes