Migalhas

Terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

D’Urso considera corajoso discurso do ministro Marco Aurélio de Mello

segunda-feira, 8 de maio de 2006


D'Urso considera corajoso discurso do ministro Marco Aurélio de Mello


O presidente da OAB/SP – Luiz Flávio Borges D’Urso – considerou extremamente corajoso o discurso de posse do ministro Marco Aurélio de Mello como presidente do TSE, ocorrida na última quinta-feira (4), na Capital Federal. Marco Aurélio, que irá comandar as eleições gerais deste ano, movimentando um colégio eleitoral de mais de 120 milhões de eleitores, pronunciou um discurso direto e certeiro com duras críticas às autoridades e políticos envolvidos em escândalos e condenou “as mais deslavadas e grosseiras mentiras que vêm se banalizando na vida pública nacional, que se tornou um cenário de faz-de-conta”.


“A coragem do ministro Marco Aurélio em seu discurso de posse no TSE foi forte, realista e autêntica, traçando um diagnóstico dos descalabros e dos danos ao país. Suas palavras estão na consciência de cada brasileiro. Foi o desabafo de uma voz que deu eco ao sentimento de milhões de brasileiros indignados. Repousa nesta fala corajosa do ministro, a esperança de um Brasil que pode reagir. À frente do TSE, o ministro estará comandando as eleições gerais deste ano, que são capazes de operar grandes mudanças no país”, afirma D’Urso.


D’Urso considerou oportuna declaração do ministro de que se tornou comum o indiciamento de autoridades em diversos crimes, como o de formação de quadrilha, numa rotina de desfaçatez e indignidade que parece no ter limites. “O país enfrenta a mais devastadora das crises, a crise da moral e da ética, que traz conseqüências desastrosas para toda a sociedade e coloca em risco o Estado Democrático de Direito. O povo vem clamando por severa apuração das denúncias e exemplar rigidez nas punições, fato que não tem ocorrido como mostram as absolvições no Congresso. O ministro teve a coragem de falar o que está entalado na garganta de todos os cidadãos de bem deste país”, diz.
_______________

informativo de hoje

patrocínio

últimas quentes