Migalhas

Domingo, 23 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

Secretário de Segurança Pública diz que entregará lista ao MP dentro do prazo

x

quarta-feira, 24 de maio de 2006

 

Secretário de Segurança Pública diz que entregará lista ao MP dentro do prazo

O presidente da OAB/SP, Luiz Flávio Borges D'Urso e o coordenador da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP, Fábio Romeu Canton Filho, participaram ontem de reunião na Secretaria da Segurança Pública, com o secretário Saulo de Castro Abreu Filho e o secretário adjunto Marcelo Martins de Oliveira. O encontro também incluiu a Ouvidoria das Policiais, o Ilanud e o Instituto Sou da Paz.

Na coletiva o comandante a PM, Elizeu Éclair Teixeira Borges, apresentou um balanço do que vem sendo o controle e gestão dos presos, BOs e mortes. Segundo ele , há 79 mortos, 62 decorrente de reação imediata da Polícia e 17 em ações preventivas. Foi separado do total de mortos, 31 ocorrências consideradas normais. Das 62 vítimas, 45 possuem antecedentes e vinculação com organização criminosa e 17 estão sem identificação. Há também 135 presos, 96 em reação imediata da Polícia e 39 em ações preventivas.

D'Urso lembrou que na última sexta-feira oficiou ao secretário de segurança de Paulo, solicitando a lista dos civis mortos e localização dos corpos, mas que o secretário na reunião de hoje apontou as razões pelas quais não deveria divulgar a lista – a investigação e cautela na proteção das família dos mortos. “ A OAB/SP entende que a divulgação da lista seria útil ao Estado e de interesse da cidadania. Contudo, diante da medida do Ministério Público Estadual que deu prazo de 72 horas para receber a lista de mortos, o secretário diz que entregará a lista no prazo de três dias e caberá ao MP a decisão de divulgar ou não. A OAB/SP pretende fazer gestões junto ao MP para essa divulgação aconteça e a Comissão de Direitos Humanos acompanhará todos as investigações dela decorrentes”, afirmou D'Urso.

____________

patrocínio

últimas quentes

-