segunda-feira, 12 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Lista tríplice

Conheça os candidatos ao cargo de procurador-Geral de Justiça de SP

A eleição para a definição oficial da lista tríplice será no dia 7 de abril.

quarta-feira, 28 de março de 2018

No último dia 15 foi publicado no diário oficial do Estado de São Paulo o deferimento da inscrição dos candidatos ao cargo de procurador-Geral de Justiça. Apenas três procuradores se inscreveram para concorrer a eleição da lista tríplice neste ano, que acontecerá no dia 7 de abril. Após a eleição, a lista será remetida ao governador Geraldo Alckmin para a nomeação de um deles para o cargo de procurador-Geral de Justiça de São Paulo.

Ficam habilitados a concorrer ao pleito: Gianpaolo Poggio Smanio, Marcio Sergio Christino e Valderez Deusdedit Abbud. Conheça abaixo o currículo de cada um deles:

Gianpaolo Poggio Smanio

Em 2016, Gianpaolo Smanio foi nomeado procurador-geral de Justiça de São Paulo. À época, Smanio foi o mais votado em eleição de lista tríplice, com 932 votos. Seu mandato acabaria este ano, mas Giampaolo se afastou para concorrer a eleição. Walter Paulo Sabella foi quem assumiu o cargo.

O procurador-Geral de Justiça afastado é bacharel em Direito pela USP, mestre e doutor em Direito pela PUC/SP e atualmente é docente da universidade presbiteriana Mackenzie. Já foi subprocurador-Geral de Justiça Institucional do MP/SP de 2014 a 2016 e membro do Órgão Especial do Colégio de Procuradores no biênio 2014/2015. Nascido em Campinas/SP, Smanio integra o MP desde 1988.

Marcio Sergio Christino

Marcio Christino é formado pela PUC/SP e, em 1988, ingressou no MP como promotor de Justiça substituto na comarca de Praia Grande/SP. Ele é membro do Órgão Especial do Colégio de Procuradores do MP/SP e já foi secretário da 3ª promotoria criminal na capital. Marcio foi o membro mais votado do conselho superior do MP.

Valderez Deusdedit Abbud

Valderez é formada em Direito pela USP e em pedagogia pela mesma universidade. Foi professora de Direito da Unicamp e na universidade presbiteriana Mackenzie. Entrou no MP em 1980 como promotora pública substituta de São Bernardo do Campo. Em 1995, foi promovida a procuradora de Justiça e desempenha as funções na procuradoria de justiça criminal até os dias de hoje.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 27/3/2018 16:40

LEIA MAIS