sexta-feira, 29 de maio de 2020

ISSN 1983-392X

Ameaças e prisão

Homens que ameaçaram juízes de morte são presos no DF

O e-mail dizia: "matem juízes, matem promotores, matem deputados, prefeitos, vereadores, parentes, filhos, netos e amigos".

quinta-feira, 21 de maio de 2020

Nesta quinta-feira, 21, a DRCC - Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos e o Ncyber - Núcleo Especial de Combate aos Crimes Cibernéticos do MP/DF cumpriram mandado de busca de apreensão para apuração de ameaças feitas por e-mail contra diversas autoridades públicas dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo.

A operação resultou na prisão de dois suspeitos. Os homens teriam enviado mensagens anônimas para autoridades dizendo: "matem juízes, matem promotores, matem deputados, prefeitos, vereadores, parentes, filhos, netos e amigos".

t

A operação atende a iniciativa do Ministério Público que havia pedido, ontem mesmo, a instauração de inquérito para apuração do crime. 

O Ncyber tomou conhecimento de que membros do MP/DF e do TJ/DF receberam correspondências eletrônicas em que o remetente profere ameaças e incita a prática de crimes contra agentes públicos.

A mensagem também cita autoridades Federais e ministros dos Tribunais Superiores. A Assessoria de Segurança Institucional do MP/DF também participou da operação e agora apura o recebimento de ameaças nos e-mails institucionais de várias promotorias de Justiça.

Veja o teor do e-mail:

Assunto: SENTENÇA DE MORTE AOS TRAIDORES DA PÁTRIA.

Aos políticos, juízes, promotores, mefíticos e vagabundos de toda sorte.

O Brasil chegou a um ponto onde não é mais possível resolver os problemas através da razão e do bom senso.

Por esse motivo, a partir de agora, serão resolvidos através da execução do ESTADO DE SÍTIO, sob comando do exmo. Gen. de Exército Walter Souza Braga Neto.

Por isso, convocamos a população para MATAR EM LEGÍTIMA DEFESA DE SI MESMO E DA PÁTRIA políticos, juízes, promotores, chefes de gabinetes, assessores, parentes, amigos, protetores, e demônios de toda sorte.

MATEM TODOS.

MATEM JUÍZES, MATEM PROMOTORES, MATEM DEPUTADOS, PREFEITOS, VEREADORES, PARENTES, FILHOS, NETOS E AMIGOS.

BASE LEGAL PARA A SENTENÇA DE MORTE

A prisão dos suspeitos foi por flagrante de crime de utilização indevida de selo ou sinal verdadeiro em prejuízo de outrem ou em proveito próprio ou alheio. A pena é de dois a seis anos de reclusão, e multa.

informativo de hoje

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram