sexta-feira, 23 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Solidariedade

Hospital de Amor lança campanha emergencial após queda de doações, veja como ajudar

As contribuições podem ser feitas por depósito bancário, boleto ou cartão de crédito.

quinta-feira, 28 de maio de 2020

A pandemia do coronavírus trouxe uma queda significativa na captação de recursos financeiros do Hospital de Amor, maior polo de tratamento oncológico gratuito da América Latina. Por isso, o presidente da instituição, Henrique Prata, está convocando toda a população para ajudar a entidade neste momento difícil.

O objetivo é mobilizar os coordenadores voluntários de leilões de gado, shows, ações entre amigos e outras iniciativas para continuar realizando os eventos, porém, de forma virtual, para que sejam evitados aglomerações e contatos, mas que o hospital não deixe de receber os recursos.

Para manter sua estrutura com 16 institutos de prevenção, cinco unidades de tratamento e mais de 25 unidades móveis, o Hospital de Amor conta com a realização desses eventos beneficentes como forma de arrecadação de recursos e, com a necessidade de quarentena, essas ações foram adiadas.

De acordo com Henrique Prata, a ausência de leilões e shows equivale a uma quantia que varia entre R$ 7 milhões e R$ 8 milhões por mês. Outra redução drástica enfrentada pela instituição é referente às contribuições via destinação de parte do prêmio do Hiper Saúde (região de Ribeirão Preto/SP) e do Saúde Cap (região de São José do Rio Preto/SP) - títulos de capitalização que arrecadam entre R$ 2,5 milhões a R$ 3 milhões por mês, além de todo o investimento que está sendo realizado para equipar os leitos de UTIs das unidades do hospital - cerca de R$ 4,5 milhões.

t

Campanha emergencial

Diante dessa situação, foi lançada uma campanha, que busca apoio por meio da sociedade e das empresas parceiras da instituição.

"A campanha é uma oportunidade para todos, que já conhecem a seriedade do nosso trabalho, nos ajudar. Mais do que nunca precisamos da contribuição de todos. O enfrentamento vai ser longo e difícil, mas nós não podemos deixar os nossos pacientes sem o atendimento que eles merecem, humanizado e com qualidade. Contamos com a união e a ajuda de todo o Brasil."

Segundo o presidente da instituição, todo o valor levantado será destinado à manutenção dos procedimentos realizados em todas as unidades e também à compra de equipamentos básicos para a prevenção do coronavírus.

As contribuições podem ser feitas por depósito bancário, boleto ou cartão de crédito. "Queremos que a população se sensibilize a doar, pois os tratamentos continuam e vidas precisam ser salvas".

Mais uma vez, caro migalheiro, pedimos sua solidariedade. Ajude como puder através deste link.

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 28/5/2020 10:41