domingo, 24 de outubro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Nutricionista que prestava consultoria não consegue vínculo empregatício com entidade beneficente
Trabalhista

Nutricionista que prestava consultoria não consegue vínculo empregatício com entidade beneficente

Decisão é da 2ª turma do TRT da 2ª região ao atender pedido da entidade.

segunda-feira, 7 de setembro de 2020

A 2ª turma do TRT da 2ª região deu parcial provimento ao recurso de uma entidade beneficente que acolhe pessoas idosas e carentes para afastar vínculo empregatício de uma nutricionista que prestava consultoria.

t

Consta nos autos que a nutricionista prestava serviços de consultoria, inicialmente como pessoa física e após como empresa individual, realizando o trabalho mediante contrato escrito.

Ao analisar o caso, a desembargadora Mariangela de Campos, relatora, observou que, de fato, a profissional, embora detendo a condição de responsável técnica na área de nutrição dentro da instituição, possuía liberdade para decidir sobre as tarefas a serem realizadas, bem como acerca dos dias e horários em que prestaria seus serviços.

"Dessa forma, emergem dos elementos probatórios colhidos, a existência de aspectos que não se harmonizam com a modalidade de relação jurídica aduzida na inicial, a evidenciar que os labores se desenvolviam sem subordinação."

Assim, por não estarem preenchidos todos requisitos insculpidos para gerar uma relação de emprego, o colegiado decidiu reformar a sentença para afastar o vínculo empregatício e as obrigações de pagar e fazer dele decorrentes.

O escritório Marcelo Ferraz Advogados atua no caso pela entidade.

  • Processo: 1001002-25.2019.5.02.0718

Veja a decisão

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 7/9/2020 08:17