domingo, 11 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Pedido de providências

"Saiam da Disneylândia": Conduta de juiz que criticou audiências virtuais será apurada

O procedimento vai verificar se houve eventual violação aos deveres funcionais pelo magistrado.

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Aloysio Corrêa da Veiga, instaurou pedido de providências para apurar a conduta de um juiz do Trabalho de SP que, em audiência, criticou as determinações para realização de audiências virtuais no Judiciário durante o período de pandemia. O procedimento vai verificar se houve eventual violação aos deveres funcionais pelo magistrado.

O pedido de instauração chegou à CGJT - Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho por determinação da Corregedoria Nacional de Justiça, que expediu ofício ao órgão trabalhista para apurar os fatos e remeter o resultado ao CNJ.

t

Relembre

No início do mês, uma audiência de instrução virtual da 3ª vara do Trabalho de Santo André/SP foi adiada pelo juiz do Trabalho Diego Petacci após constatação de que os prepostos das reclamadas estavam na mesma sala física. Ao designar nova audiência para 2021, o magistrado criticou as audiências virtuais:

"Não posso deixar de consignar que essa sanha exacerbada de determinações 'de cima para baixo' de realização de audiências de instrução por meio virtual 'a todo custo' demonstra-se claramente divorciada da realidade, com clara dificuldade de preservação da incomunicabilidade dos depoentes e ainda com a dificuldade natureza de acesso virtual de todos, em um país em que impera a exclusão digital."

Em tom irônico, o magistrado afirmou, ainda, que "está faltando que alguns finquem os pés no mundo real e saiam da 'Disneylândia' um pouco".

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 11/9/2020 13:30

LEIA MAIS