Migalhas

Sábado, 28 de março de 2020

ISSN 1983-392X

Ex-presidente da OAB fica refém de bandidos em SP

x

quinta-feira, 14 de dezembro de 2006


Campinas 

Ex-presidente da OAB fica refém de bandidos

O advogado Aderbal da Cunha Bergo, de 46 anos, ex-presidente da Seccional de Campinas da Ordem dos Advogados do Brasil, sua mulher, de 45 anos, suas filhas, de 21 e 18 anos, e sua sogra, de 69 anos, foram mantidos reféns de dois assaltantes por duas horas nesta quarta-feira na casa onde moram no bairro Chácaras da Barra, em Campinas. Os ladrões deixaram toda a família com as mãos e pés amarrados com fitas adesivas e fugiram levando aparelhos eletroeletrônicos avaliados em cerca de R$ 30 mil, além de jóias (entre elas um relógio Rolex de ouro avaliado em R$ 15 mil), celulares e o carro Celta, 2001, preto que foi achado perto de uma favela.

"É muito triste, humilhante e terrível. Mas é a realidade que vivemos" , comentou o advogado alegando que foi a primeira vez que sofreu um ataque de bandidos dentro de casa. Os dois assaltantes, descritos como jovens, negros, magros e apenas um armado com revólver, entraram na casa às 7 horas quando a sogra do advogado abriu o portão para pegar um jornal. "Foi um descuido. Ela desligou o sistema de alarme que temos e abriu o portão. De repente surgiram os dois homens que ela teve de levar para dentro de casa" , contou Bergo.

O advogado, sua mulher e as filhas foram acordados pelos bandidos. "Abri os olhos e vi a arma apontada para minha cabeça. Foi assim com todos" , disse o advogado. Os assaltantes permaneceram cerca de duas horas na casa. "Eles reviraram todos os cômodos" , lembrou. Durante o tempo em que ficaram na casa fizeram ameaças de morte. Enquanto um apontava a arma para a os reféns o outro levava os objetos para o carro.

A família somente saiu de um dos quartos da casa cerca de 20 minutos depois de os ladrões terem ido embora. Policias da delegacia do 4º Distrito Policial de Campinas, no Taquaral, e da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), fizeram incursões na região onde o carro foi abandonado porém, até ontem à tarde, não conseguiram localizar os assaltantes e recuperar os objetos roubados.

Bergo presidiu a OAB de Campinas no triênio 98-99-2000 época em que defendeu o desarmamento. O advogado disse que pretende manter sua rotina e não pensa em mudar de endereço.

_______________

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

-