domingo, 18 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Falecimento

Conselho Pleno da OAB homenageia Paulo Bonavides

O conselheiro Federal Hélio das Chagas Leitão proferiu discurso lamentando a falta que o constitucionalista fará.

sábado, 7 de novembro de 2020

O jurista Paulo Bonavides foi homenageado pelo Conselho Pleno da OAB, na sessão plenária virtual extraordinária, realizada na quinta feira, 5, pelo seu falecimento no dia 30 de outubro, aos 95 anos.

O conselheiro Federal Hélio das Chagas Leitão, presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos, proferiu discurso lamentando a falta que o jurista fará, o legado que deixou de suas reflexões teóricas e o exemplo de uma vida devotada à ciência e à causa da democracia.

(Imagem: Reprodução/Documentário Paulo Bonavides)

(Imagem: Reprodução/Documentário Paulo Bonavides)

Hélio ressaltou a história do jurista, que aos 13 anos de idade já ingressava no jornalismo profissional, escrevendo nas páginas policiais do recém criado jornal O Povo, noticioso de grande prestígio ainda em circulação no Estado do Ceará.

No discurso, o conselheiro contou a trajetória de Bonavides no mundo jurídico e os diversos prêmios e obras que colecionou em sua estrada. "Sua luminosa trajetória intelectual não passou sem o merecido reconhecimento, embora sempre insuficiente, da advocacia brasileira.", destacou.

O conselheiro finalizou citando Evandro Lins e Silva, que disse certa vez que "Paulo Bonavides possui a rara proeza de ser fiel a si mesmo".

"Fica o legado de suas reflexões teóricas e o exemplo de uma vida devotada à ciência e à causa da democracia, de que foi defensor intransigente. Fará falta, muita falta."

História

Paulo Bonavides nasceu em Patos/PB e iniciou seus estudos jurídicos, em 1943, na Faculdade Nacional de Direito, da UFRJ. Durante a graduação, também realizou curso de extensão em Sociologia Jurídica na Harvard University.

O constitucionalista foi catedrático emérito da Faculdade de Direito da UFC - Universidade Federal do Ceará. Recebeu a medalha Rui Barbosa, a mais alta distinção honorífica que concede a OAB. Também foi o fundador e presidente do Conselho Diretivo da Revista Latino-Americana de Estudos Constitucionais.

No lattes de Bonavides, além dos títulos acadêmicos como a livre-docência, constam mais de 16 livros publicados, inúmeros textos em revistas e jornais dos quais é referência sobre Direito Constitucional, participação em bancas de comissões julgadoras.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 7/11/2020 08:28

LEIA MAIS