terça-feira, 20 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

No último dia 6 ocorreu a solenidade de posse da nova diretoria colegiada da ABRAT

O evento aconteceu online e foi bastante concorrido, demostrando a representatividade da entidade que já conta com 42 anos de existência.

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

Realizou-se na noite da última 6ª feira, dia 6 de novembro, emocionante solenidade de posse da nova diretoria colegiada da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas - ABRAT. O evento aconteceu de forma "online" e foi bastante concorrido, demostrando a representatividade da entidade que já conta com 42 anos de existência.

Em sua saudação a presidente Alessandra Camarano, de Brasília, que encerrava a gestão do biênio 2018/2020, ressaltou a importância da presença da mulher na política, afirmando que "a ABRAT é uma entidade feminista".

Após uma bela execução do hino nacional aos saxofone, os oradores se revezaram na mesa virtual: o Ministro Luiz Philippe Vieira de Mello Filho pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), o Procurador Geral do Trabalho Alberto Balazeiro, o Desembargador Paulo Sergio Pimenta pelo Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho (Coleprecor), a juíza  Noêmia Porto pela Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra), o procurador do trabalho José Antônio Vieira de Freitas Filho pela Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), a advogada Rita Cortez pelo Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) e o vereador do município de São Paulo, Eduardo Suplicy.

(Imagem: Divulgação)

(Imagem: Divulgação)

O encerramento das falas se deu com o discurso do novo presidente da ABRAT, o advogado Otavio Pinto e Silva, de São Paulo. Ele destacou a diversidade regional da entidade, demonstrando que a diretoria empossada conta com representantes das cinco regiões do país, sempre respeitada a equidade de gênero.

Falou ainda do grande desafio que a nova gestão terá pela frente no próximo biênio: a defesa dos direitos sociais, do direito do trabalho, da Justiça do Trabalho e das prerrogativas da advocacia trabalhista.

Ressaltou a necessidade da criação de oportunidades de emprego e renda, apontando para a relevância da adoção de mecanismos como a garantia de renda mínima, que durante a pandemia do coronavírus beneficiou mais de sessenta milhões de brasileiros e brasileiras.

A solenidade se encerrou com uma live do músico baiano Robherval, que animou os presentes com belas composições de música popular brasileira.

 

t

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/11/2020 09:51