sexta-feira, 23 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Honorários

Juiz autoriza bloqueio de valores de clientes acusados de não pagar advogados

Bloqueio nas contas bancárias deve permanecer até análise final do processo.

quarta-feira, 11 de novembro de 2020

O juiz de Direito Magno Gomes de Oliveira autorizou o bloqueio de valores de quatro pessoas acusadas de não pagarem advogados. O bloqueio deve permanecer até que seja feita análise final do processo.

(Imagem: Freepik)

(Imagem: Freepik)

Os advogados ingressaram com ação contra três clientes alegando que prestaram serviços advocatícios a um parente deles em 2018 e que aguardam o recebimento de R$ 5,7 mil. Em pedido de tutela antecipada, pleitearam o bloqueio de bens até análise final do processo via Bacenjud, sistema que conecta o Judiciário ao setor financeiro para realização de bloqueios em contas bancárias.

Ao analisar a demanda, o juiz atendeu ao pedido dos advogados, determinando o bloqueio do dinheiro das contas bancárias dos réus. O magistrado destacou que o bloqueio do valor não viabiliza sua retirada, mas apenas que ficará sob a guarda da Justiça até decisão final sobre o pedido.

O juiz decidiu ainda, que, enquanto perdurar a política de isolamento social devido à pandemia da covid-19, não deve ser marcada audiência presencial para tentativa de conciliação, até porque nada impede sua realização em meio virtual.

Atuam na causa os advogados Marcelo Nocrato e Eugênio Nery, do escritório Linhares, Nocrato & Advogados Associados.

Veja a decisão.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 11/11/2020 10:34

LEIA MAIS