terça-feira, 9 de março de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Hobbies

Bodybuilder e guitarrista: Juízes quebram estereótipos nas redes sociais

Migalhas entrevistou juízes ativos nas redes sociais que compartilham suas rotinas fora dos gabinetes.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Se você, caro migalheiro, pedir para alguém descrever características que definem um "juiz", certamente ouvirá respostas que mencionem expressões como "pessoa reservada" e "séria".

Também pudera. Os formais ritos jurídicos e a própria mídia - que produz filmes, séries e novelas - endossam tal estereótipo dos magistrados.

Acontece que por trás da toga, e nos holofotes das redes sociais, juízes têm feito sucesso mostrando outras áreas de suas vidas: compartilham hobbies, momentos leves e familiares com os usuários.

É o que mostra o juiz Ralpho de Barros Monteiro, de São Paulo, que logo na descrição do seu perfil do Instagram diz: "Juiz de Direito do TJSP. (...) Escritor. Bodybuilder (tentativa de). Músico quando dá."

(Imagem: Instagram)

(Imagem: Instagram)

De família tradicional de juízes, Ralpho de Barros Monteiro publica conteúdos jurídicos, mas não dispensa posts de quando vai à academia, à praia e de quando toca violão. Ao Migalhas, o magistrado afirmou que, nos dias de hoje, é preciso mostrar que o juiz também é um ser humano antes de qualquer coisa. "Nós temos hobbies, fazemos coisas; no meu caso, gosto de fisiculturismo, sou músico também. Gosto demais de postar isso", relatou. 

Para o juiz, a exposição da vida do profissional nas redes sociais não reflete sobre a qualidade do trabalho: "são coisas independentes". Ralpho de Barros Monteiro salientou que estamos em uma época de transição - saindo da visão mais tradicional do profissional de Direito - justamente porque se percebeu que certas atividades não implicam em um bom ou mau profissional.

Magistratura e música

Fernando de Castro Faria é juiz de Direito em Santa Catarina. Nando Les Paul é músico - compositor e guitarrista. Ambos são a mesma pessoa. Ao Migalhas, o magistrado diz que a música é o seu hobbie, uma válvula de escape da atividade estressante da rotina de um juiz. Em 2019, o juiz lançou seu primeiro EP com cinco faixas. Nesse projeto, contou com a participação de Dudu Fileti, que já participou do The Voice.

Quando questionado acerca da exposição dos talentos e hobbies nas redes sociais, Fernando de Castro Faria acredita que tal atitude humaniza a figura do magistrado. O Instagram e Youtube, por exemplo, são os locais onde Fernando divulga o seu trabalho de músico e afirma que nunca foi criticado por isso, "ao contrário, as pessoas gostam".

 

Agora, com vocês, migalheiros: Nando Les Paul.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 23/1/2021 08:04

LEIA MAIS