terça-feira, 11 de maio de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Mulheres

Advogadas inauguram novo escritório na semana da mulher

Araujo Recchia Santos Sociedade de Advogadas é capitaneada por Gabriela Araujo, Maíra Recchia e Priscila Pamela Santos.

segunda-feira, 8 de março de 2021

Na semana da mulher, vencendo os desafios impostos pela pandemia, as advogadas Gabriela Araujo, Maíra Recchia e Priscila Pamela Santos inauguram seu novo escritório de advocacia: Araujo Recchia Santos Sociedade de Advogadas. A banca tem entre as especialidades, fruto do conhecimento de suas titulares, o Direito Público, especialmente nas áreas do Direito Administrativo, Constitucional, Eleitoral e Penal. Sediado no Alto de Pinheiros, na Capital de São Paulo, o escritório contará também com filiais no interior do Estado (Itapira/SP) e em Brasília/DF.

(Imagem: Divulgação)

Da esquerda para a direita: Gabriela Araujo, Maíra Recchia e Priscila Pamela Santos(Imagem: Divulgação)

A banca é criada a partir da união de três mulheres advogadas, experientes, e com carreiras já consolidadas na área do Direito Público, cada qual em sua área, tendo em comum o comprometimento com o exercício de uma advocacia personalizada e moderna, sempre atualizada de acordo com as transformações sociais e seus impactos sobre o Direito.

Com o cuidado social em foco, e atento às questões de gênero, diversidade e inclusão, o escritório traz como inovação o "Projeto She Law", que seleciona casos de mulheres vulneráveis economicamente e em situação de violência para atuação pró bono. Sendo assim, a escolha da semana da mulher para promover o lançamento da sociedade de advogadas não poderia ser mais oportuna.

A seguir, um breve resumo das trajetórias profissionais individuais das sócias fundadoras, cujas experiências complementares as conduziram a essa união potente e promissora:

Gabriela Shizue Soares de Araujo - Advogada e professora universitária. Mestre e doutoranda em Direito Constitucional pela PUC/SP, especialista em Justiça Constitucional e Tutela de Direitos Fundamentais pela Universidade de Pisa/Itália, é autora de diversos artigos acadêmicos publicados em periódicos e livros, e uma das organizadoras da obra "Vontade Popular e Democracia". Integra a Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, na qualidade de membro consultora, bem como a Asociación Americana de Juristas (AAJ), organização não governamental com representação permanente perante a ONU. É apresentadora do programa "Diversas, o Direito por Elas", na Escola Superior da Advocacia, e coordenadora do Núcleo da Memória da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP. É integrante da Comissão de Direito Eleitoral e Coordenadora Adjunta do Observatório de Candidaturas Femininas, ambos da OAB/SP. É Diretora do Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo. Há seis anos, foi uma das fundadoras do Grupo Prerrogativas, que coordena ao lado dos advogados Marco Aurélio de Carvalho e Fabiano Silva dos Santos, e hoje conta com reconhecimento nacional como um dos polos de formação de opinião no meio jurídico, pela qualidade de juristas e acadêmicos de todo o país que o grupo - apartidário, ressalte-se - agrega em torno de pautas progressistas, como a defesa da democracia, das liberdades e das garantias constitucionais. Aliada a uma intensa e produtiva vida acadêmica, como pesquisadora e professora, Gabriela Araujo conta já com dezenove anos de advocacia na área do Direito Público, tendo atuado em grandes bancas antes de fundar sua própria consultoria em Brasília e posteriormente se unir ao projeto da Araujo Recchia Santos Sociedade de Advogadas, como, por exemplo, a sociedade no escritório Celso Cordeiro e Marco Aurélio de Carvalho Advogados, onde atuou ao lado do ex-ministro da Justiça José Eduardo Martins Cardozo, equipe com a qual mantém e pretende manter a bem-sucedida parceria, além de todas as demais parcerias firmadas ao longo de tantos anos com bancas qualificadíssimas em todo o território nacional.

Maíra Calidone Recchia Bayod - Advogada, Coordenadora Geral do Observatório de Candidaturas Femininas da OAB/SP, Secretária Geral da Comissão de Direito Eleitoral da OAB/SP, cofundadora da PraElas, integrante da Rede Feminista de Juristas (deFEMde), da Associação Brasileira de Mulheres em Carreiras Jurídicas (ABMCJ) e do Advogadas do Brasil (CAB). Também foi diretora jurídica da Câmara Municipal de Jaguariúna, conselheira do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Itapira/SP e Presidenta da Comissão da Mulher Advogada da 95ª Subseção da OAB/SP (triênio 2016/2017/2018). Autora de artigos sobre violência política de gênero. Maíra Recchia tem sua trajetória fortemente vinculada à defesa da igualdade de gênero e diversidade, sendo que além de ter participado e ajudado a compor diversas instituições que promovem a defesa de mulheres, foi responsável pelo desenvolvimento de um projeto inovador de acolhimento de mulheres em situação de violência pela 95ª Subseção da OAB/SP, enquanto presidente da Comissão da Mulher Advogada, para que as mulheres fossem acolhidas e orientadas dentro das delegacias de defesa da mulher por advogadas mulheres, tendo esse projeto sido replicado em várias subseções, o que lhe rendeu homenagens em todo o país e votos de congratulação por Casas Legislativas. Em razão de sua forte atuação na advocacia eleitoral e também na área do direito administrativo, proferiu mais de 50 palestras pela OAB/SP somente no ano de 2020, além de entidades como Senac, ETEC, Sindicatos e escolas públicas e particulares do Estado de São Paulo. Um de seus trabalhos recentes de maior destaque foi a autoria do acordo de cooperação firmado pela OAB/SP com o TRE/SP, a PRE/SP e MP/SP, para o acompanhamento das candidaturas femininas nas últimas eleições. Antes de se unir à sociedade de advogadas Araujo Recchia Santos, Maíra Recchia era sócia da Sonia Recchia Sociedade de Advogadas, banca tradicional e reconhecida no interior do Estado de São Paulo, fundada há três décadas por sua mãe Sônia de Fátima Calidone dos Santos, com unidades em Itapira e Campinas. O ingresso de Maíra Recchia na sociedade, em 2005, teve como propósito ampliar sua atuação, uma vez que, antes atendendo apenas às áreas cível e trabalhista, o escritório Sonia Recchia Sociedade de Advogadas passou a contar com um departamento especializado em Direito Público, com destaque para o Direito Eleitoral e o Direito Administrativo, rapidamente se tornando reconhecido pela defesa de prefeitos, parlamentares, agentes públicos, partidos políticos e instituições de destaque por todo o interior de São Paulo. A união de Maíra Recchia à sociedade de advogadas Araujo Recchia Santos é a realização de um desejo antigo de trazer a área de Direito Público para a capital de São Paulo, ampliando o atendimento à qualificada carteira de clientes firmada nos últimos anos, sem dispensar a parceria de sucesso com a antiga sociedade, que conta com ampla estrutura para permanecer prestando todo o suporte necessário no interior do Estado de São Paulo.

Priscila Pamela Cesário dos Santos - Advogada criminalista, mestranda em Direitos Humanos pela Faculdade de Direito da USP, pós graduada em Direito Penal Econômico pela FGV/SP, especialista em Direitos Humanos, Raça e Gênero pela Faculdade de Direito da USP, Diretora do Instituto de Defesa do Direito de Defesa - IDDD, Presidenta da Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB/SP, Conselheira da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB/SP, Conselheira do Conselho Penitenciário do Estado de São Paulo, Integrante da Asociación Americana de Juristas (AAJ), organização não governamental com representação permanente perante a ONU. Integrante da Rede Feminista de Juristas (deFEMde), apresentadora do Programa "Diversas, o Direito por Elas", com artigos publicados em livros. Há mais de quinze anos atuando como advogada criminalista, Priscila Pamela iniciou suas atividades no escritório Madi Rezende Advogados ainda como estagiária, passando a integrar o quadro social do escritório após se revelar rapidamente como um prodígio na área. Foi ali que adquiriu vasta experiência em causas criminais de grande repercussão (Farol da Colina, Lava-Jato, Câmbio Desligo, Fratura Exposta), tendo atuado em ações de responsabilidade de agentes políticos, no Tribunal do Júri e em casos de violência contra a mulher e de discriminação racial. A defesa intransigente na defesa do direito de defesa e dos direitos humanos, que marcam toda a sua trajetória profissional, alçaram Priscila Pamela à diretoria do renomado Instituto de Defesa do Direito de Defesa - IDDD, fundado por grandes referências na advocacia criminal e que teve como Presidentes os advogados e advogadas Márcio Thomaz Bastos, Dora Cavalcanti, Flávia Rahal, Marina Dias, Augusto de Arruda Botelho, Fábio Tofic e Hugo Leonardo. A bagagem adquirida por toda a experiência profissional fez nascer o sonho de desenvolver as atividades de forma ainda mais personalizada e com atenção voltada às questões estruturantes da sociedade,  de modo a garantir a liberdade não só para pessoas acusadas da prática de crimes, mas também para que as pessoas em situação de opressão possam existir e ocupar espaços com dignidade. Esse sonho se tornou realidade com a constituição do escritório Araujo Recchia Santos Sociedade de Advogadas, que possibilitou a união de três amigas e advogadas pelo propósito comum de transformar realidades a partir de uma advocacia comprometida e qualificada.

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 8/3/2021 11:02