quarta-feira, 27 de outubro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Morre desembargador do TJ/DF George Lopes Leite
Falecimento

Morre desembargador do TJ/DF George Lopes Leite

Magistrado estava internado com covid-19 em Brasília.

terça-feira, 30 de março de 2021

Faleceu nesta terça-feira, 30, o desembargador do TJ/DF George Lopes Leite, aos 70 anos. O magistrado estava internado com covid-19 em Brasília e faleceu às 19h38 por complicações decorrentes da doença. O corpo do magistrado será cremado em cerimônia reservada à família.

(Imagem: Montagem Migalhas | TJ/DF)

(Imagem: Montagem Migalhas | TJ/DF)

Nascido em Mossoró/RN, em 8 de fevereiro de 1951, formou-se em Direito pelo Centro de Ensino Unificado de Brasília, em 1977. Exerceu o cargo de procurador do DF da 2ª categoria, em 1988. Em agosto de 1988, tomou posse no cargo de juiz de Direito Substituto do TJ/DF, por meio da aprovação no XIV concurso (1987-1988). A promoção para o cargo de juiz de Direito ocorreu em outubro de 1992.

George foi promovido por antiguidade a desembargador do TJ/DF em 26 de outubro de 2006. Foi designado Diretor-Geral da Escola de Administração Judiciária em 2012. Foi presidente da Amagis/DF, membro titular do TRE/DF e ouvidor-geral do mesmo Tribunal, além de ter integrado a Comissão Apuradora no Referendo Sobre Comércio de Armas em 2005.

Reconhecimento

Durante os mais de 30 anos na magistratura do DF, Geroge recebeu reconhecimento e homenagens de diversas entidades. Colecionou títulos, dentre eles:

- Outorgado com a Comenda da Ordem do Mérito Judiciário do Distrito Federal e dos Territórios no Grau de Comendador, em 2000.

- Outorgado com a Comenda da Ordem do Mérito Judiciário do Distrito Federal e dos Territórios, no Grau de Grã-Cruz, em 2006.

- Promovido ao grau "Grão-Colar" pelo Conselho Tutelar da Comenda da Ordem do Mérito Judiciário do Distrito Federal e dos Territórios, em 2010.

- Homenageado pela Escola Superior da Magistratura do Estado de Mato Grosso, com a "Medalha de Mérito Acadêmico da ESMAGIS-MT Professor Desembargador Mauro José Pereira", em 2015.

- Homenageado pela Câmara Municipal de São Paulo, pelos relevantes serviços prestados na formação dos magistrados brasileiros, em 2018.

Voto humanitário

O magistrado era reconhecido por seus votos humanitários. Em 2017, concedeu o direito a uma família para plantar maconha para o tratamento de adolescente com síndrome de Silver-Russel.

No voto, o magistrado destacou o poder do amor de uma mãe, que assistia sua filha tendo convulsões constantes e sofrendo bullying na escola.

"Não há entre os homens um instinto mais forte que o instinto materno, de forma que não há ninguém no mundo, nem médico, nem juiz, nem promotor de justiça, nem fiscal da Anvisa, que seja capaz de prover os meios necessários, adequados e eficazes para proteger sua cria."

Relembre o trecho:

Luto

O presidente do TJ/DFT, desembargador Romeu Gonzaga Neiva, declarou luto oficial de três dias pelo falecimento do magistrado (Portaria GPR 526/21) e declarou:

"O desembargador George Lopes Leite foi um Magistrado que deixa grande legado à Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, com sua atuação aguerrida e ao mesmo tempo agradável e conciliadora. Sua Excelência dirigiu com maestria e extrema competência a Escola de Formação Judiciária do TJ/DF, órgão de excelência e modelo para o Poder Judiciário nacional, fruto da marcante passagem do Desembargador George na Direção-Geral."

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 30/3/2021 21:08