segunda-feira, 14 de junho de 2021

MIGALHAS QUENTES

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Penhorados direitos autorais de livro de Eduardo Cunha "Tchau querida"

Publicidade

Pagamento

Penhorados direitos autorais de livro de Eduardo Cunha "Tchau querida"

Os valores penhorados servirão para o pagamento de honorários advocatícios relativos a um processo em que Cunha perdeu.

sexta-feira, 16 de abril de 2021

A juíza de Direito Virginia Lúcia Lima da Silva, da 20ª vara Cível do RJ, determinou a penhora dos direitos autorais do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha referente à obra "Tchau Querida, O Diário do Impeachment", em que ele relata detalhes sobre o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, ocorrido em 2016. 

(Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress)

(Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress)

Os valores penhorados servirão para o pagamento de honorários advocatícios relativos a um processo em que Cunha pedia indenização à Infoglobo por causa de uma matéria jornalística que o chamava de racista e homofóbico.

A matéria citava como exemplo um projeto de lei apresentado por ele, na época em que era deputado, que visava instituir o "Dia do Orgulho Heterossexual", em oposição ao "Dia do Orgulho Gay". 

Como perdeu a ação e não foi encontrado dinheiro em sua conta bancária para ser penhorado, a juíza determinou a penhora dos direitos autorais sobre o livro.

O escritório Osorio e Maya Ferreira Advogados defendeu os interesses da Infoglobo e da Editora Globo em mais de 30 ações de indenização ajuizadas pelo ex-deputado.

  • Processo: 0383815-57.2013.8.19.0001

Veja a decisão.

________

t

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 20/4/2021 17:30

LEIA MAIS