sábado, 12 de junho de 2021

MIGALHAS QUENTES

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Preso poderá realizar trabalho externo mesmo sem fiscalização in loco

Publicidade

Trabalho extramuro

Preso poderá realizar trabalho externo mesmo sem fiscalização in loco

Trabalho será em área de risco em comunidade do RJ e fiscais não se sentiram seguros de realizar a checagem, mas juíza permitiu fiscalização por telefone.

terça-feira, 1 de junho de 2021

Um preso conseguiu autorização para trabalhar fora do presídio, mesmo sem verificação presencial do local de trabalho. Inicialmente o pedido foi indeferido porque a fiscalização não se sentiu segura para realizar a checagem, já que se tratava de área de risco em comunidade do RJ. Mas a juíza de Direito Roberta Barrouin Carvalho de Souza, da vara meio fechado e semi aberto - SEEU - do TJ/RJ, permitiu a fiscalização por telefone, viabilizando o trabalho extramuro. O ofício foi expedido pelo juiz de Direito Marcello Rubioli.

(Imagem: Freepik)

(Imagem: Freepik)

Inicialmente, o pedido de trabalho externo foi negado. O setor de fiscalização atestou que o local onde o preso trabalharia era área de risco, e não se sentiam seguros em adentrar a comunidade para verificar se a empresa que ofereceu oportunidade de emprego existia ou não. Com o parecer da área técnica, o MP apresentou cota pelo indeferimento do pedido defensivo, e neste sentido foi a decisão.

A defesa, então, apresentou novo pedido para que fosse expedido ofício à fundação social com convênio à Secretaria Penitenciária. A juíza negou o pedido de ofício, mas reviu a decisão que indeferiu o trabalho de extramuros e determinou que a área técnica realizasse a fiscalização da veracidade da empresa e do conteúdo da carta de emprego por telefone.

A defesa alegou, ainda, que o apenado tem filho, e que a mãe e a avó materna, que cuidavam da criança, faleceram recentemente.

Mesmo após a fiscalização por telefone, o MP novamente pediu pelo indeferimento, vez que a fiscalização não foi in loco. Mas a juíza deferiu o pedido de trabalho extramuros.

A advogada Thais Menezes (Thais Menezes Escritório de Advocacia) atua pelo apenado.

Confira o despacho que permitiu a verificação à distância.

___________

t

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/6/2021 10:55

LEIA MAIS