segunda-feira, 18 de outubro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. "Sonhos interrompidos", diz Fux sobre 500 mil mortes por covid
Pandemia

"Sonhos interrompidos", diz Fux sobre 500 mil mortes por covid

Presidente do STF divulgou nota de solidariedade às famílias e amigos de vítimas neste sábado.

sábado, 19 de junho de 2021

No dia em que o Brasil atingiu a triste marca de 500 mil mortes por covid-19, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, em nome do Judiciário brasileiro, prestou solidariedade aos amigos e familiares de vítimas da pandemia.

Em nota divulgada neste sábado, 19, Fux registrou que "não são apenas números. São mães, pais, filhos, irmãos. Meio milhão de pessoas que partiram e tiveram seus sonhos interrompidos".

(Imagem: Fellipe Sampaio/SCO/STF)

(Imagem: Fellipe Sampaio/SCO/STF)

Neste sábado, o país registrou 2.247 mortes por covid-19 em 24 horas. Com isso, chegamos a 500.868 vidas perdidas. A média móvel de mortes está acima de 2 mil quarto dia consecutivo. 

O ministro destacou que o STF e o CNJ seguem empreendendo esforços para ajudar a sociedade brasileira. Leia a íntegra:

No dia em que o Brasil registra 500 mil mortes em razão da Covid-19, o Poder Judiciário brasileiro presta solidariedade às famílias e aos amigos das vítimas.

É preciso relembrar a cada dia que não são apenas números. São mães, pais, filhos, irmãos. Meio milhão de pessoas que partiram e tiveram seus sonhos interrompidos.

Apesar da imensa tristeza, o Supremo Tribunal Federal e o Conselho Nacional de Justiça reafirmam que seguem empreendendo esforços para ajudar a sociedade brasileira a mitigar os impactos desta terrível pandemia."

Ministro Luiz Fux

Presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça

"Enorme pesar"

Presidente do STJ, ministro Humberto Martins também divulgou nota, na qual diz acreditar que voltaremos à normalidade "graças aos esforços da ciência, as ações dos poderes da República e das instituições democráticas, e da participação de cada cidadão". Leia a íntegra:

Nota da Presidência do STJ e do CJF

Hoje é um dia de enorme pesar, pois um inimigo invisível conseguiu abreviar meio milhão de vidas no Brasil desde o início da pandemia. Sinto profundamente por cada família que perdeu uma pessoa amada para o vírus. Sigo acreditando na Palavra da Sabedoria quando nos ensina que tudo tem seu tempo determinado e que a misericórdia divina se renova a cada manhã. Tenho fé de que voltaremos ao tempo da normalidade, graças aos esforços da ciência, às ações dos poderes da República e das instituições democráticas e à participação de cada cidadã e cidadão. A humanidade vencerá a Covid-19, desde que homens e mulheres deem as mãos por um mundo com mais igualdade e oportunidades para todos.

Ministro Humberto Martins

 

Presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Conselho da Justiça Federal (CJF)?

 

Números assustadores

Em 23 de março desde ano, o Brasil registrava o recorde assustador de 3.158 vidas perdidas por coronavírus em 24 horas, totalizando, naquele dia, 298.843 óbitos. Próximos da marca de 300 mil mortos por covid-19 no país, Migalhas prestou solidariedade a todas as famílias de vítimas da pandemia. Aquele número, que já parecia inimaginável, soma-se agora a mais de 200 mil mortos em menos de três meses. Reforçamos nosso pesar. Reveja:

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 21/6/2021 11:29