sexta-feira, 24 de setembro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Banco que processou falecido e não provou dívida tem ação extinta
Ação extinta

Banco que processou falecido e não provou dívida tem ação extinta

TJ/RJ destacou que a instituição financeira não apresentou o contrato supostamente firmado pelo cliente.

sexta-feira, 3 de setembro de 2021

A 27ª câmara Cível do TJ/RJ manteve sentença que extinguiu ação de cobrança de banco contra homem já falecido. O colegiado considerou que o homem era falecido antes da propositura da ação, e que o banco não apresentou o contrato supostamente firmado pelo cliente.

(Imagem: Freepik/Arte Migalhas)

Banco que processou falecido e não apresentou contrato com dívida tem ação extinta.(Imagem: Freepik/Arte Migalhas)

O caso teve início em uma demanda de cobrança movida pelo banco contra um homem, à época já falecido, para cobrar suposto empréstimo consignado contratado pelo réu.

A sentença julgou o feito extinto sem resolução de mérito ao considerar que o banco não apresentou o suposto contrato firmado pelo homem relativo ao débito, "documento indispensável à propositura da ação". Além disso, considerou que a sucessão processual só ocorre se a morte ocorrer na pendência do processo, o que não foi o caso, situação que gerou "vício insanável".

O banco apelou, mas o colegiado manteve a sentença pela extinção do feito, por considerar que o autor não logrou êxito em comprovar o direito ao crédito, tendo em vista que não trouxe aos autos o contrato de empréstimo, com a assinatura do devedor, com termos e condições da avença, tampouco demonstrou crédito na conta do homem.

Assim, negou provimento ao recurso, mantendo a sentença de improcedência.

Atuaram na causa os advogados Ruana Arcas e João Bosco Won Held Gonçalves de Freitas Filho (João Bosco Filho Advogados).

Confira o acordão.

____________

t

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/9/2021 08:18