sexta-feira, 24 de junho de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Para IAB, depoimento virtual em caso trabalhista deve ser transcrito
Transcrição

Para IAB, depoimento virtual em caso trabalhista deve ser transcrito

No documento, que será encaminhado ao CSJT, os advogados fundamentaram a necessidade de que os depoimentos prestados em videoconferências sejam transcritos.

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Para o IAB - Instituto dos Advogados Brasileiros, os depoimentos prestados em audiências virtuais trabalhistas devem ser transcritos e inseridos nos autos, para que o ato processual de instrução esteja revestido de plena juridicidade. Com base neste entendimento, o plenário do IAB referendou, na sessão ordinária virtual da última quarta-feira, 29/9, a aprovação pela presidente nacional, Rita Cortez, em caráter de urgência, do parecer elaborado pelos relatores Carmela Grüne, Paulo Joel Bender Leal e Roberto Parahyba, da Comissão de Direito do Trabalho.

No documento, que será encaminhado ao CSJT, os advogados fundamentaram a necessidade de que os depoimentos prestados em videoconferências sejam transcritos.  

 (Imagem: IAB - Instituto dos Advogados Brasileiros)

(Imagem: IAB - Instituto dos Advogados Brasileiros)

"A ausência de degravação dos depoimentos viola o devido processo legal, o contraditório e a ampla defesa, porque deixa de registrar em ata elementos importantes considerados pelas partes, além de gerar insegurança jurídica, por ficar comprometida a análise de todos os aspectos que foram ponderados nos depoimentos virtuais", afirmam os relatores no parecer. O assunto está sendo discutido no CSJT, em julgamento que foi iniciado na última sexta-feira, 24/9, sob a condução da presidente do TST e do CSJT, ministra Maria Cristina Irigoyen Peduzzi. Rita Cortez alertou que "a prática da não transcrição dos depoimentos, embora hoje restrita ao âmbito trabalhista, pode vir a ser ampliada para os demais segmentos da Justiça".  

O IAB participa do julgamento na condição de amicus curiae e está sendo representado por Roberto Parahyba, designado pela presidente Rita Cortez. "A gravação audiovisual desacompanhada da transcrição dos depoimentos colhidos em audiência é nefasta para a advocacia", afirmou Roberto Parahyba, durante a sustentação oral no CSJT. O julgamento foi suspenso em razão do pedido de vista feito pela ministra Delaíde Arantes.   

Na sessão ordinária virtual, Paulo Joel Bender Leal explicou que o debate judicial, hoje no CSJT, foi iniciado a partir da decisão tomada no dia 12 de agosto último pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho (CGJT), que se posicionou favoravelmente ao pedido de providências impetrado pela Amatra da 4ª Região. A entidade se manifestou contra um acórdão proferido pela 8ª turma do TRT da 4ª Região, com sede em Porto Alegre/RS. No acórdão, foi determinado o retorno dos autos de um processo à sua origem, para a transcrição dos depoimentos prestados pelas partes e testemunhas. A CGJT derrubou o acórdão e recomendou ao TRT4 que "se abstenha de determinar aos magistrados a degravação de depoimentos colhidos em audiências telepresenciais".  

Repercussão negativa

No parecer, Carmela Grüne, Paulo Joel Bender Leal e Roberto Parahyba afirmam que "a decisão adotada pela CGJT viola a Consolidação das Leis do Trabalho e pode gerar repercussão negativa nacional". De acordo com os relatores, "a não redução a termo viola o direito mais basilar do jurisdicionado: o de ser ouvido". Carmela Grüne, Paulo Joel Bender Leal e Roberto Parahyba ressaltaram ainda a importância da transcrição dos depoimentos para a devida compreensão dos fatos pelos desembargadores que julgarão recursos relacionados a decisões tomadas pela primeira instância: "Com o elevado número de processos trabalhistas, aliado à falta de estrutura adequada do Poder Judiciário trabalhista, suscita certa incredulidade que os desembargadores dos tribunais regionais do trabalho, com suas pautas de julgamento atulhadas, terão maior disponibilidade temporal, condições e viabilidade para acessar tais gravações em todos os processos".  

_______

t

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 30/9/2021 18:03