quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Resultado do sorteio da obra "Farah Jorge Farah, o Médico que Virou Monstro"
Promoção

Resultado do sorteio da obra "Farah Jorge Farah, o Médico que Virou Monstro"

A jornalista Patricia Hargreaves leva o leitor à cena do crime, penetra na mente do médico e descreve sua transformação em um assassino monstruoso.

segunda-feira, 22 de novembro de 2021

A obra "Farah Jorge Farah, o Médico que Virou Monstro" (Editora Máquina de Livros - 168p.) escrito pela jornalista Patrícia Hargreavesconta a história do amor proibido entre o cirurgião plástico Farah Jorge Farah e sua paciente Maria do Carmo Alves, que terminou em tragédia. O médico assassinou a amante em seu consultório, esquartejou o corpo e, 14 anos depois, no dia em que seria preso, se matou em trajes femininos, ao som de música clássica. Um crime real, que chocou o Brasil, em detalhes jamais revelados. 

(Imagem: Divulgação)

(Imagem: Divulgação)

Numa narrativa espetacular, construída a partir de entrevistas com parentes, legistas, delegados, psiquiatras e advogados que atuaram no caso, entre eles Roberto Podval (Podval Advogados Associados) e Antonio Claudio Mariz de Oliveira (Advocacia Mariz de Oliveira), que defenderam Farah, a jornalista Patricia Hargreaves leva o leitor à cena do crime, penetra na mente do médico e descreve sua transformação em um assassino monstruoso.

Um livro de tirar o fôlego sobre um dos casos policiais de maior repercussão em São Paulo, desvendado através de um minucioso trabalho de investigação, que lançou mão de técnicas até então inéditas no Brasil, como o Luminol, usado pela primeira vez para desvendar um crime.

"Estabeleci uma lista de nomes essenciais para construir a narrativa, pessoas que pudessem acrescentar algo que não estava no processo e outras que nunca foram ouvidas formalmente. Revirei também redes sociais, antigas listas telefônicas e assisti aos julgamentos, com o cuidado de anotar tudo o que foi dito no tribunal", conta Patricia.

Informações sobre o livro:

  • Uma das pacientes de Farah Jorge Farah no início dos anos 1990 foi Marisa Letícia, mulher de Luiz Ignácio Lula da Siva. A partir daí, as duas famílias ­ caram próximas. Lula chegou a receber o cirurgião e os pais dele em seu apartamento em São Bernardo do Campo, onde cozinhou um peixe na folha de bananeira. Em retribuição, o político e Dona Marisa foram chamados para um banquete árabe na casa dos Farah. O médico também estava entre os convidados da festa de aniversário de 50 anos do ex-presidente.
  • A morte de Maria do Carmo foi o primeiro caso no Brasil a ser esclarecido com a ajuda do Luminol. Ao aplicar o produto, a polícia descobriu marcas de sangue em vários cômodos da clínica, que haviam sido minuciosamente limpos por Farah durante a noite e a madrugada. O Luminol permitiu que a polícia re­ zesse o passo a passo do crime: Maria do Carmo foi morta numa maca, enquanto estava sedada, e seu corpo, arrastado até uma banheira, onde o médico a esquartejou. Farah, durante todo o tempo, nunca explicou o assassinato. Alegava não se lembrar de nada por conta de um "apagão" entre a noite de sexta-feira e a manhã de sábado.
  • O médico nunca chegou a ­ car em uma penitenciária. Permaneceu preso na 13ª DP, na Casa Verde, e dividiu a cela com outros presos com formação superior. Entre eles, o pediatra Eugênio Chipkevitch, condenado a 114 anos de prisão por abusar sexualmente de seus pacientes.
  • Farah foi defendido por uma tropa de elite, que teve à frente Roberto Podval e Antonio Claudio Mariz de Oliveira, dois dos maiores criminalistas do país. Os advogados conseguiram que o cirurgião ­ casse preso por apenas quatro anos e quatro meses. Ele foi solto graças a um habeas corpus do Supremo Tribunal Federal, assinado pelo ministro Gilmar Mendes.

Sobre a autora:

Patrícia Hargreaves é jornalista, iniciou a carreira na coluna de Ricardo Boechat no jornal "O Globo". Patricia trabalhou nas editoras Caras e Abril, onde foi chefe de sucursal, correspondente em Nova York e publisher.

_______

Ganhadora:

  • Sara Cristina Dal Sasso, de Herval D'Oeste/SC

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 22/11/2021 12:30