Migalhas

Terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

Apostila escolar vai parar nos tribunais. COC envia resposta

X

quinta-feira, 21 de junho de 2007


Apostila escolar vai parar nos tribunais

Sistema COC de Ensino envia resposta à redação de Migalhas

No dia 13/6 Migalhas comentava matéria publicada na revista Veja sobre uma mãe que tirou a filha de uma escola paulistana por achar, em sua apostila, trechos que considerava de inadequada tendência ideológica. O colégio em questão é o conhecido Pentágono, em SP. E a apostila é fornecida pelo COC - Colégio Oswaldo Cruz, de Ribeirão Preto.

 Clique aqui e confira na íntegra a matéria publicada no Portal Migalhas e a reportagem da revista Veja.

Hoje, Migalhas publica a resposta do Sistema COC de Ensino enviada à redação. Confira abaixo o texto na íntegra ou clique aqui.

AOS PAIS, ALUNOS E PARCEIROS DO SISTEMA COC

 

O COC (Curso Oswaldo Cruz) teve início em 1963, fundado por um grupo de ex-alunos da Faculdade de Medicina, na cidade de Ribeirão Preto/SP. Atualmente, com mais de 280 escolas em parceria no Brasil e 7 no Japão, atua desde a Educação Infantil até a Pós-Graduação. Mais de 6.000 professores trabalham nas escolas COC, em todo o país. Conforme foi possível verificar na imprensa, na semana passada, o Sistema COC de Educação e Comunicação sofreu determinadas acusações sem possibilidade de apresentar a sua versão dos fatos, embora tenha enviado uma resposta por escrito para todos os veículos de comunicação que divulgaram o episódio.

 

Algumas imprecisões e divergências inevitavelmente ocorrem em processos editoriais, e o Sistema COC de Ensino, mesmo mantendo rigoroso controle de qualidade no setor de revisões e de leitura crítica do seu material didático por diversos professores e membros do conselho editorial, pode se deparar com algumas divergências de entendimento. Tais divergências são, em geral, inerentes às ciências humanas, como as que foram levantadas pela reportagem, principalmente se considerarmos questões de cunho ideológico, que, quando detectadas, são imediatamente verificadas.  

 

No caso concreto, é importante mencionar três aspectos: há trechos divulgados na Internet que não pertencem ao material didático do Sistema COC e que foram utilizados por um professor do Colégio Pentágono (Morumbi/SP), escola parceira do COC; o trecho do material complementar de redação produzido pelo Colégio Pentágono/SP, que fornece uma seqüência de verbos retratando a rotina diária de um empresário, foi extraído do vestibular da UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais ; o Colégio Pentágono não notificou o Sistema COC a respeito do seu interesse em não renovar o contrato de parceria. 

 

O Sistema COC possui várias escolas em parceria, e seus professores e autores possuem autonomia, de acordo com as orientações pedagógicas que são sempre propostas, tendo em vista as diversas correntes de pensamento. O Sistema COC não adota posição marxista. Educar não é doutrinar, é lançar assuntos para que os alunos aprendam a ter pensamento crítico.   

 

O Sistema COC de Educação e Comunicação sempre defendeu e continuará a defender a livre manifestação do pensamento; no entanto, há diferença entre liberdade de expressão e ofensa, entre crítica construtiva e crítica destrutiva. Estamos sempre abertos a receber críticas e sugestões. Por isso, são importantes o debate e a oportunidade de ouvir os criticados e trazer ao conhecimento público as suas versões. 

 

Todo o material didático do COC é revisado e submetido a leitura crítica anualmente, no entanto, uma vez que esse episódio fez surgir algumas dúvidas (principalmente em relação a temas controversos do ponto de vista acadêmico), foram determinadas leitura crítica e revisão especial do material referido pela reportagem, com o acompanhamento de profissionais e consultores especialistas dos temas apontados.  

 

Editora COC

________________

patrocínio

últimas quentes

-