quinta-feira, 26 de maio de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Madalena Serejo assume presidência do TJ/MA

Madalena Serejo assume presidência do TJ/MA

quinta-feira, 6 de setembro de 2007


TJ/MA

Madalena Serejo assume presidência do TJ

A desembargadora Madalena Alves Serejo é, desde esta quarta-feira, 5, a presidente do TJ/MA. No seu primeiro dia no cargo, a presidente anunciou que dará continuidade aos programas iniciados por seu antecessor. Madalena Serejo explicou que já vinha trabalhando em conjunto com Raymundo Liciano e, portanto, já conhece os projetos a serem executados, dentre os quais a implantação do Projudi, um programa de informática custeado pelo CNJ.

A desembargadora disse também que dará continuidade ao projeto de fazer com que todos os Juizados Especiais de São Luís se transformem também em Juizados Virtuais, além da implantação nas varas já existentes no Fórum da capital. Madalena Serejo lembrou que uma das missões do presidente do TJ é manter o colegiado unido e que não pretende desuni-lo - pelo contrário. "Eu quero é que todos nós continuemos a trabalhar para o mesmo objetivo, ou seja, a prestação jurisdicional".

Madalena Serejo tem 37 anos de magistratura, dez deles no Tribunal de Justiça. Ela completará 70 anos de idade em junho do próximo ano. Efetivada no cargo, ficará na presidência do TJ até dezembro, quando ocorrerá eleição para definição da mesa diretora do próximo biênio - 2008-2009.

Perfil

Madalena Serejo nasceu em Buriti/MA. Formou-se pela Universidade Federal do Maranhão, grau de Bacharel em Direito, em 1963. Exerceu o cargo de Promotora de Justiça na sua terra natal, a comarca de Buriti, em 1965. Aprovada para o cargo de juíza de Direito e nomeada em 1970, iniciou suas atividades judicantes naquele mesmo ano e mesma comarca.

Foi promovida sucessivamente por merecimento, até chegar à capital, em 1986. Foi diretora do Fórum Des. Sarney Costa; supervisora do Juizado Informal de Pequenas Causas; juíza eleitoral e juíza auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça.

Em 1997, foi promovida por antigüidade para o cargo de desembargadora. Exerceu o cargo de diretora da Escola Superior da Magistratura do Maranhão.

Foi vice-presidente do Tribunal de Justiça e supervisora dos Juizados Especiais no biênio 2004/2005, e novamente de abril a agosto de 2007.

__________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 6/9/2007 08:12