sábado, 19 de junho de 2021

MIGALHAS QUENTES

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. TJ/SP - Acusado de participar da morte de casal de adolescentes vai a Júri Popular

Publicidade

TJ/SP - Acusado de participar da morte de casal de adolescentes vai a Júri Popular

terça-feira, 6 de novembro de 2007


TJ/SP

Acusado de participar da morte de casal de adolescentes vai a Júri Popular

A Justiça paulista julga amanhã Paulo César da Silva Marques, o "Pernambuco", acusado de participar da morte de Liana Friedenbach e Felipe Caffé, em Juquitiba, na grande São Paulo, em 2003.

O julgamento está marcado para às 9h, no plenário da Câmara dos Vereadores da cidade de Embu Guaçu, com previsão para durar dois dias.

"Pernambuco", que responde pelos crimes de homicídio, seqüestro e cárcere privado e estupro, não foi julgado em julho do ano passado junto com os demais envolvidos por haver recorrido da sentença de pronúncia (decisão de submetê-lo a Júri Popular). O recurso foi negado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Roberto Aparecido Alves Cardoso, conhecido como "Champinha", principal acusado do crime e não julgado por ser menor de idade à época, está recolhido em uma unidade de saúde da Fundação CASA-SP, desde o dia 3 de maio passado, conforme determinação do juiz do Departamento de Execuções da Infância e da Juventude do TJ/SP.

Em julho de 2006, três dos demais envolvidos no crime foram condenados por Júri Popular a mais de 169 anos de prisão. Agnaldo Pires a 47 anos e três meses de reclusão por estupro; Antonio Caetano da Silva a 124 anos por vários estupros; e Antonio Matias a seis anos de reclusão e um ano, nove meses e 15 dias de detenção por crime de cárcere privado, favorecimento pessoal, ajuda à fuga dos outros acusados e ocultação da arma do crime.

Importante

A exemplo do julgamento do ano passado, ninguém terá acesso ao local do Júri, à exceção de familiares das vítimas e do réu, pois o processo tramita em segredo de Justiça, por envolver pessoas menores de idade na época do crime.

A Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça acompanhará o julgamento e estará à disposição dos jornalistas para passar informações, com autorização da juíza do caso.

______________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 6/11/2007 08:11