sexta-feira, 18 de setembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

OAB/SP e ADVB abrem as comemorações do Centenário das Festividades à Bandeira Nacional


Sessão Solene

OAB/SP e ADVB abrem as comemorações do Centenário das Festividades à Bandeira Nacional

O presidente da Câmara Municipal, vereador Antonio Carlos Rodrigues, abriu ontem, às 15h, no plenário do legislativo municipal, sessão solene de iniciativa do vereador Ademir da Guia, que marca a abertura das Comemorações do Centenário às Festividades da Bandeira Nacional, lideradas pela OAB/SP e ADVB, com apoio da FenaADVB e ABI.

O vereador Ademir da Guia abriu os trabalhos, afirmando estar lisonjeado por propor e presidir sessão solene com proposta tão importante. Nesta introdução fez um histórico da bandeira brasileira, desde o Brasil Colônia até a criação do Pavilhão Nacional em 1889.

O conselheiro da OAB/SP e presidente da ABI, João Baptista Oliveira, explicou que embora a bandeira tenha sido criada em 1889, a primeira festa dedicada ao Pavilhão Nacional ocorreu em 1908, por iniciativa do poeta e jornalista, Olavo Bilac. "Começamos hoje, um ano antes, a marcha de resgate de cidadania e de civismo. O primeiro passo de uma longa marcha e queremos chegar lá com um grupo representativo daqueles que reaprendem o amor ao civismo e ao símbolo da bandeira que, como diz o hino, é o símbolo augusto da paz. Teremos muitos atos marcando este caminhar", afirmou JB.

Para o presidente da ADVB, Miguel Ignátios, esta seqüência de atos em torno do centenário das festividades à bandeira nacional não é propriedade de qualquer das entidades envolvidas é propriedade de todos. "Por isso, o roteiro de comemorações é livre. Todos que aderirem devem fazer seu roteiro, como empresas associadas à nossa entidade, que estão incluindo em seu material de comunicação, impresso e digital, referência a este centenário. A ADVB, por exemplo, está distribuindo a letra do hino da bandeira em todas as solenidades e produziu 5 mil CDs com o hinário nacional. Esta pequena contribuição vai se multiplicar porque é propriedade do Brasil e dos brasileiros", enfatizou Ignátios.

O presidente da OAB/SP, Luiz Flávio Borges D'Urso foi o último a fazer uso da palavra. "É muito gratificante estar nesta Casa para esta sessão solene que tem triplo significado. O primeiro, por óbvio, promover a abertura das comemorações do centenário das festividades à bandeira nacional, que acontecerá em 19 de novembro de 2008. Em segundo lugar, adesão ao projeto de lei de iniciativa do vereador Ademir da Guia, que torna obrigatório ostentar nos uniformes da rede municipal de ensino o pavilhão nacional. Espero que esta iniciativa possa ser replicada por todos os municípios do Brasil, a fazer com que não haja um uniforme escolar de um brasileiro em formação que ostente a bandeira nacional. Em terceiro lugar, celebrar a união do esforço das forças vivas da sociedade civil nesta campanha. A partir de uma idéia do Miguel Ignátios, apresentada à OAB/SP e imediatamente encampada, para que juntos, com a adesão de outras entidades como Fenadvb e ABI, pudéssemos deflagrar esta campanha, que não tem um roteiro pré-estabelecido, mas tem um objetivo - fazer com que as comemorações do centenário das festividade à bandeira nacional possa estimular a utilização do pavilhão nacional em todos os espaços", garantiu D'Urso.

__________________

________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/1/1900 12:00

Compartilhar