Migalhas

Sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

OAB/MT espera condenação de PM que matou advogada

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008


OAB/MT

Seccional espera condenação de PM que matou advogada

A juíza da comarca de Tabaporã, Ana Helena Alves Corsell, deve definir, nos próximos dias, a pauta de julgamentos para a primeira temporada, que acontece em março. Um dos processos que pode ser inserido é do ex-policial militar Valtencir Moreira Costa, mais conhecido por Dudu, acusado de ter assassinado a advogada Andréa de Carvalho Furtado Pereira, em abril de 2007. Ao tomar conhecimento da informação, o presidente da Seccinal OAB de Mato Grosso, Francisco Faiad, disse que a entidade espera que o policial seja punido exemplarmente.

Dudu foi apontado como autor dos disparos que mataram a advogada dentro do escritório dela. O ex-policial teria sido visto por testemunhas, saindo do local. A polícia fez várias buscas e só encontrou o veículo dele. Projéteis foram localizados com as mesmas características dos utilizados no crime. Andréia fazia a defesa da então esposa de Valtencir no processo de separação de corpos e pagamento de pensão, o que pode ter motivado o crime.

"As evidências são concretas. Esperamos que seja marcado o julgamento e esse criminoso sofra a pena que merece por um crime tão bárbaro, cruel, premeditado e, sobretudo, covarde", disse o presidente da OAB/MT. Dudu está preso desde junho no presídio militar de Santo Antônio de Leverger. Ele foi capturado em Rolim de Moura/RO, após ficar foragido por mais de dois meses.

_________________

patrocínio

últimas quentes

-