sexta-feira, 16 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Há 130 anos faleceu o conselheiro José Thomaz Nabuco de Araújo (2°)

quarta-feira, 19 de março de 2008


Baú migalheiro

Há 130, no dia 19 de março de 1878, faleceu o conselheiro José Thomaz Nabuco de Araújo, 7° Presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros (1866 - 1873). Sobre ele disse, noticiando a sua morte, o "Jornal do Commercio": "se não bastassem os regulamentos dos tribunais de comercio, o regimento de custas, a lei hipotecária e o seu regulamento, o projeto de lei de locação de serviços, e tantas outras provas do seu alto mérito, lega ele à família e ao país, para eternizar o seu nome, o projeto de Código Civil, que felizmente completara e que na opinião dos entendidos e insuspeitos, será um monumento para a jurisprudência pátria.

___________

José Tomás Nabuco de Araújo

Nasceu em 14 de agosto de 1813, em Salvador/BA. Foi um magistrado e político brasileiro. Era filho Maria Bárbara da Costa Ferreira e do também senador José Tomás Nabuco de Araújo e pai do historiador, diplomata e político abolicionista Joaquim Nabuco. Faleu em 19 de março de 1878.

Histórico Acadêmico

  • Secundário
  • Direito Faculdade de Direito

Cargos Públicos

Magistrado Promotor Público Recife

Juiz de Direito Pau- d'Alho

3° Ministro da Justiça

20° Ministro da Justiça

2° Ministro da Justiça

Conselheiro de Estado

Profissões

  • Jornalista
  • Advogado
  • Servidor Público

Mandatos

Deputado Geral - 1843 a 1844

Deputado Geral - 1850 a 1852

Presidente de Província - 1851 a 1852

Deputado Geral - 1853 a 1856

Deputado Geral - 1857 a 1858

Senador - 1858 a 1878

Trabalhos Publicados

- Projeto de Código Civil Brasileiro. RJ, 1822.

- Reforma Hipotecária. Rio De Janeiro, 1866.

- Manifesto do Centro Liberal. RJ, 1869.

- Programa do Centro Liberal. RJ, 1870.

- Manifesto e Programa do Centro Liberal com os Artigos do \'Diário da Bahia\'. BA, 1869.

__________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 18/3/2008 13:52