quinta-feira, 1 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Escola Superior de Advocacia comemora 10 anos de fundação


Homenagem

ESA comemora 10 anos de fundação

O Conselho Seccional da OAB/SP, durante sua reunião mensal, na última  segunda-feira, às 16h, no Plenário dos Conselheiros, prestou uma homenagem aos 10 anos de fundação da Escola Superior de Advocacia - ESA. A ESA hoje possui 75 núcleos em todo o Estado e 27 Turmas em Cursos de Pós-graduação Lato Sensu, reconhecidos pelo Conselho Estadual de Educação, além de dezenas de cursos de atualização. Em 2007 encerrou o ano letivo com quatro mil alunos. "A ESA mantém o advogado atualizado através de seus cursos, o que é fundamental em nossa profissão", destacou o presidente da OAB/SP, Luiz Flávio Borges D'Urso, lembrando o pioneirismo da Escola em lançar novos cursos, como Direito do Entretenimento e Direito Eletrônico e em implantar novidades, como o Laboratório de Redação Jurídica. D'Urso também prestou homenagem a todos os diretores que ao longo desta história deram sua contribuição, a diretora atual Eunice Prudente, e aos funcionários que "são colaboradores e lutam para que a Escola melhore a cada dia".

Rubens Approbato Machado, presidente do Conselho da ESA, conselheiro federal emérito e membro nato da OAB, afirmou que as comemorações dos 10 anos da ESA são "algo extraordinário". Approbato lembrou a história de fundação da ESA. "A Seccional paulista - a maior do Brasil, que congrega mais de 50% da advocacia nacional, responsável por grande parte da produção jurídica no país, era a única das Seccionais que não possuía uma Escola Superior de Advocacia. Em 1998, quando presidia a OAB/SP, resolveremos criar o sonho sonhado, como diz o D'Urso. Assim nasceu a ESA que se tornou, sem sombra de dúvida, a maior escola de advocacia deste país", comentou.

Para Approbato, a ESA é um marco. "Enquanto a revolução de 64 buscava reduzir a intelectualidade da advocacia para cortar a língua dos advogados; a nossa Escola fez exatamente o contrário, trouxe e elevou conceito do desenvolvimento intelectual dos advogado neste Estado e neste país. Portanto, é um momento de gloria e não pode passar despercebido, sem menção concreta", ressaltou, sugerindo que os conselheiros acompanhem e participem do trabalho da ESA em todo o Estado de São Paulo.

A conselheira da OAB/SP Ivette Senise Ferreira, vice-presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo, destacou que todo mérito na condução da Escola recai sobre principalmente sobre duas pessoas: Rubens Approbato Machado, enquanto criador da Escola e condutor competente e Ana Vieira, coordenadora geral, que desenvolve, segundo ela, o trabalho com ampla competência.

______________________

 

 

 

________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 16/4/2008 08:37