quinta-feira, 15 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Gestor Jurídico e-Xyon prioriza informações sobre processos criando uma base segura para recuperar créditos

quarta-feira, 13 de agosto de 2008


Recuperação de créditos

Gestor Jurídico e-Xyon busca, atualiza e prioriza informações sobre processos criando uma base segura para recuperar créditos e melhorando o balanço das empresas

A e-Xyon, empresa brasileira de gestão e tecnologia jurídica, está ampliando sua atuação na prestação de serviços aos profissionais da área jurídica (escritórios e departamentos juridicos) expandindo sua atuação para o segmento de mercado de Recuperação de Créditos.

"O segmento de Recuperação de Crédito apresenta uma fragilidade elevada por lacunas de informação", explica Victor Rizzo, gerente de Negócios da e-Xyon. A razão é simples: faltam informações confiáveis e atualizadas a respeito da situação desses créditos. Em todos os processos surgem bolhas de dados que não são compartilhadas pelos integrantes do processo.

"Ter essas informações confiáveis é fundamental para as empresas atuarem em ambientes onde a governabilidade e a transparência são fundamentais", afirma Mauro Sampaio, diretor executivo da e-Xyon.

Prevenir risco financeiro

Segundo Sampaio, com o aumento de oferta de crédito no mercado brasileiro, o risco financeiro e o volume de processos trabalhados pelas áreas jurídicas ligadas à Recuperação de Créditos cresce na mesma proporção. "Para acompanhar esse ritmo é importante ter agilidade e plena gestão nas operações de recuperação de créditos", afirma o diretor executivo.

Atualmente os grandes escritórios e departamentos jurídicos administram em média aproximadamente 40 mil processos. Há 20 anos, o volume estava em torno de 3 mil. "Diante disso é essencial ter as informações precisas sobre o andamento de todas essas causas porque os processos representam risco financeiro e de imagem para as empresas.", completa Rizzo.

A falta de informação pode levar a redução da eficiência da recuperação de créditos e perda de dinheiro. Um exemplo são as cobranças. O executivo da e-Xyon explica que a falta de informação impede que elas sejam feitas de forma eficiente. "Algumas empresas não localizam os contratos, não descrevem corretamente as garantias e até em alguns casos há falta das assinaturas necessárias. Tudo isso que acaba por prejudicar a agilidade da cobrança", afirma. "O Gestor Jurídico e-Xyon faz gestão correta dos processos, incluindo aí a análise de contratos e resolve o problema de falta de eficiência", conclui.

Organização da informação. O Gestor Jurídico e-Xyon soluciona esse problema porque todos os processos são digitalizados e todo o fluxo de informação relevante aos casos é organizado e priorizado de forma a fornecer ao departamento jurídico a situação clara e atualizada do processo. O trabalho se completa com o serviço de Normalização e Cerificação processual, que permite localizar e acompanhar a situação das causas na maior parte das Varas - de 80% a 85% delas está informatizada. "Dessa forma, ampliamos a confiabilidade das informações dos balanços", afirma Sampaio.

O trabalho de gestão jurídica da e-Xyon, desenvolvido nos campos de Recuperação de Créditos, Conformidade de Carteiras e Operacional, integra e evita a fragmentação de informações nas empresas. A e-Xyon atualmente gerencia cerca de 1,2 milhão de processos. Há dois anos, eram 600 mil e em 2004 aproximadamente 200 mil. O crescimento geométrico acontece pelo aumento do interesse das empresas em dotar seus departamentos jurídicos de ferramentas modernas e eficazes de controle e acompanhamento de processos. Com isso, elas ampliam a segurança das informações e melhora a qualidade dos dados disponíveis.

______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 12/8/2008 15:01