segunda-feira, 28 de setembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

TJ/AL decide por férias coletivas no Fórum da capital para realização de reforma estrutural no prédio

O pleno do TJ/AL decidiu instituir férias coletivas para os servidores e juízes que atuam no Fórum Central de Maceió, no Barro Duro. A atitude foi tomada mediante necessidade de realização de reforma estrutural no prédio, que seria prejudicada com a entrada e saída de pessoas no local.


Paralisado

TJ/AL decide por férias coletivas no Fórum da capital para realização de reforma estrutural no prédio

O pleno do TJ/AL decidiu instituir férias coletivas para os servidores e juízes que atuam no Fórum Central de Maceió, no Barro Duro, para a realização de reforma estrutural no prédio.

"Os técnicos reafirmaram que não há risco de desabamento, porém o fluxo normal de pessoas no local dificultaria o andamento das obras. Essa decisão do pleno foi a maneira mais sensata de não prejudicar servidores, juízes, promotores e advogados que atuam no prédio", afirmou o presidente do TJ/AL, desembargador José Fernandes de Hollanda Ferreira.

As atividades estão paralisadas desde ontem, 28/8, e serão retomadas após 30 dias. Os plantões forenses acontecerão na Corregedoria-Geral da Justiça, no Tabuleiro, e a distribuição dos processos será feita na sede da Turma Recursal - 1ª região.

A entrada no prédio está restrita apenas aos técnicos responsáveis pela reforma. Os servidores e juízes que, eventualmente, precisarem entrar no local deverão se dirigir ao prédio do TJ para assinar um termo de responsabilidade.

As tabelas de férias dos juízes e servidores serão atualizadas em função dessa medida.

Uma resolução foi publicada regulamentando a decisão. "As atividades ficarão prejudicadas, porém o pânico já havia tomado conta dos servidores, que optaram por paralisar as atividades nas Varas", explicou o presidente do TJ/AL.

_______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/1/1900 12:00