domingo, 20 de setembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Unicard supera Oi/Telemar na lista das empresas com mais ações nos Juizados Especiais Cíveis do RJ

O Unicard Banco Múltiplo, do grupo Unibanco, superou, pelo terceiro mês consecutivo, a Oi/Telemar no ranking das 30 empresas com mais processos nos Juizados Especiais Cíveis do Rio. Em agosto, foram distribuídas nos juizados 10.058 ações contra o banco, três vezes mais que a segunda colocada, que recebeu 3.106. No ano, o Unicard já acumula 28.477 processos (11,22% do total), contra 24.100 (9,49%) da Oi.


Ranking

Unicard supera Oi/Telemar na lista das empresas com mais ações nos Juizados Especiais Cíveis do RJ

O Unicard Banco Múltiplo, do grupo Unibanco, superou, pelo terceiro mês consecutivo, a Oi/Telemar no ranking das 30 empresas com mais processos nos Juizados Especiais Cíveis do RJ.

Em agosto, foram distribuídas nos juizados 10.058 ações contra o banco, três vezes mais que a segunda colocada, que recebeu 3.106. No ano, o Unicard já acumula 28.477 processos (11,22% do total), contra 24.100 (9,49%) da Oi.

A principal queixa contra a instituição financeira diz respeito ao cartão Megabônus. O produto foi lançado no mercado com duas funções : cartão de crédito e cartão pré-pago, a um custo mensal de R$ 6,00. Porém, quando não aprovado, o consumidor recebe o cartão apenas com a segunda função. Ainda assim, é obrigado ao pagamento das mensalidades.

O problema levou a juíza Maria da Penha Nobre Mauro, da 5ª Vara Empresarial do Rio, a deferir liminar suspendendo a cobrança das mensalidades de consumidores que receberam o Megabônus sem a função de crédito ativada. A liminar foi pedida pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembléia Legislativa do Rio, que propôs ação civil pública contra a empresa.

A Light aparece na listagem em terceiro lugar, com 2.325 processos em agosto (17.138 no ano - 6,75% do total). Em seguida vem o Unibanco, com 2.008 (11.533 no ano - 4,54%); a Vivo, com 1.515 (13.751 no ano - 5,42%); o Itaú, com 1.192 (9.676 no ano - 3,81%); a Ampla, com 1.156 (14.117 no ano - 5,56%); a BCP S.A. (Claro, ATL-Algar, ATL, Telecom Leste S.A), com 1.137 (6.729 no ano - 2,65%); a TNL PCS (Oi- telefonia celular), com 1.012 (7.127 no ano - 2,81%); e em décimo lugar ficou o Banco do Brasil, que foi acionado 872 vezes em agosto (6.820 no ano -2,69%).

  • A relação completa dos 30 fornecedores de produtos e serviços mais acionados nos Juizados Especiais Cíveis do Estado pode ser encontrada clicando aqui.

____________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/1/1900 12:00

Compartilhar