segunda-feira, 19 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Câmara adia votação de projeto que libera advogados do rodízio de veículos em SP

Ontem, 2/12, a Câmara dos Vereadores de SP decidiu adiar a votação do projeto do vereador Edivaldo Estima, que dispõe sobre a exclusão dos advogados residentes na capital do rodízio municipal de veículos. Amanhã, 3/12 o colégio de líderes vai avaliar quais os projetos que entrarão na pauta nas próximas sessões: quinta-feira, 4/12 ou terça-feira, 9/12.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008


Rodízio de Carros

Câmara adia votação de projeto que libera advogados do rodízio de veículos em SP

Ontem, 2/12, a Câmara dos Vereadores de SP decidiu adiar a votação do projeto do vereador Edivaldo Estima, que dispõe sobre a exclusão dos advogados residentes na capital do rodízio municipal de veículos. Amanhã, 3/12 o colégio de líderes vai avaliar quais os projetos que entrarão na pauta nas próximas sessões: quinta-feira, 4/12 ou terça-feira, 9/12.

O deputado Paulo Frange, autor do projeto que liberou os médicos do rodízio e que é favorável ao projeto de Estima, considera que será difícil obter a sanção do prefeito, porque ele pedirá um parecer do órgão técnico - a CET, contrária à ampliação de atividades profissisonais liberadas do rodízio. "Mesmo os médicos só conseguiram o benefício depois de 3 anos de luta entre a aprovação no Legislativo e sanção do Executivo", lembra Frange.

O presidente da OAB/SP, Luiz Flávio Borges D'Urso, espera que o projeto venha a ser apreciado pelo plenário da Câmara Municipal dentro de uma semana.

"Assim como apenas 20% dos médicos utilizam o benefício da liberação do rodízio, acredito que apenas uma parcela dos advogados utilizará seus carros, exclusivamente para atender casos de emergência ou urgência, sem maiores impactos sobre o trânsito", comenta D'Urso.

Para D'Urso, o projeto não é um privilégio para a categoria, mas visa equiparar os advogados aos médicos e jornalistas, que precisam se deslocar em momentos de emergência visando o interesse público. "O pleito do projeto nasceu na advocacia e, nesta primeira fase, contemplou somente os advogados da capital, objetivando, em caso de aprovação, estender esse benefício aos colegas do Interior que ocorrem à capital", pondera D'Urso.

____________

Leia mais

  • 2/12/08 - OAB/SP espera aprovação do projeto que libera advogados do rodízio de carros - clique aqui

____________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 3/12/2008 07:46