domingo, 11 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Luiz Antonio Cardoso é o 350º desembargador do TJ/SP

Tomou posse ontem, 4/6, o 350º desembargador do TJ/SP, Luiz Antonio Cardoso. A cerimônia - realizada no Salão do Júri do Palácio de Justiça - foi aberta pelo presidente da Seção Criminal do TJ/SP, Eduardo Pereira Santos.

sexta-feira, 5 de junho de 2009


Cerimônia de posse

Luiz Antonio Cardoso é o 350º desembargador do TJ/SP

Tomou posse ontem, 4/6, o 350º desembargador do TJ/SP, Luiz Antonio Cardoso. A cerimônia - realizada no Salão do Júri do Palácio de Justiça - foi aberta pelo presidente da Seção Criminal do TJ/SP, Eduardo Pereira Santos.

O procurador de Justiça Gilberto de Angelis discursou em nome do MP. "É com alegria e satisfação que recebi do procurador-geral de Justiça a incumbência de representá-lo nesta cerimônia, e também por ver o doutor Luiz Antonio galgar mais esse degrau em sua já vitoriosa carreira, após ter honrado o Ministério Público por quase um quarto de século, com ética, zelo, dedicação e companheirismo", disse o procurador. Em seguida, o decano em exercício do TJ/SP, desembargador José Geraldo Barreto Fonseca, falou pelo Tribunal : "O desembargador Luiz Antonio Cardoso vem trazer ao Tribunal de Justiça de São Paulo a justiça pela qual sempre lutou. Seja bem-vindo em nosso meio. Seja feliz aqui!".

Ao fazer uso da palavra, o desembargador Luiz Antonio Cardoso lembrou de momentos como a sua posse no cargo de promotor, em 1984, do início de carreira como oficial de Justiça interino em Lorena, nove anos antes, e de sua atividade como docente. "O Poder Judiciário foi quem primeiro me acolheu, há 34 anos, onde nasci para a área do Direito. Como aprendi com os promotores, procuradores e magistrados, com os quais sempre mantive laços de amizade! Como aprendi também com os advogados! Agora, a oportunidade de retornar ao Judiciário, no maior TJ do país. Quero ser um fiel servidor da Justiça. Tenho plena consciência das dificuldades que encontrarei, mas cumprirei meu papel com a disposição de um iniciante. Chego também com a vontade de contribuir para um mundo melhor e agradeço ao MP por ter me acolhido durante esses quase 25 anos", comentou o agora desembargador.

O presidente em exercício do TJ/SP, desembargador Eduardo Pereira Santos, que representou o presidente, desembargador Roberto Antonio Vallim Bellocchi, afirmou: "Essa salva de palmas é um sinal do brilhante discurso de Vossa Excelência, que nos tocou profundamente. Aproveito para deixar aqui uma homenagem ao colega magistrado Demóstenes Miquelino Braga"

O desembargador Eduardo Pereira encerrou o evento declarando que "receber um profissional como Luiz Antonio Cardoso é um grande presente do MP ao TJ".

Breve currículo

Luiz Antonio Cardoso nasceu no dia 4 de julho de 1955, na cidade de Lorena/SP, e colou grau na UNITAU - Universidade de Taubaté.

Foi oficial de Justiça na comarca de Lorena entre 1975 e 1984, quando ingressou no MP do Estado como promotor de Justiça substituto. Atuou, desde então, nas comarcas de Piquete, Aparecida, Assis e São Paulo. Em 2003, foi promovido ao cargo de procurador de Justiça.

O agora magistrado foi professor de Direito Penal e Direito Processual Penal de 1989 a 2008 no Centro Universitário Salesiano - UNISAL - U.E. de Lorena (graduação e pós-graduação - especialização); desde 1993, nas Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU (graduação - licenciado); e, desde 1995, em cursos preparatórios para ingresso em carreiras jurídicas.

Proferiu palestras nas áreas de Direito Penal e Direito Processual Penal em São Paulo, Cruzeiro, Lorena, Guaratinguetá, São José dos Campos, Ubatuba e Caraguatatuba.

________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 5/6/2009 08:29