sexta-feira, 16 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

CNJ realiza inspeção no TJ/ES

Começou na manhã de segunda-feira, 22/6, a inspeção do CNJ no Judiciário do Espírito Santo. Durante a estada no Estado, a equipe, composta por seis juízes e16 assessores do CNJ, vai avaliar os trabalhos desenvolvidos pelos setores do Tribunal de Justiça e dos Cartórios de Comarcas da Grande Vitória e do interior.

quinta-feira, 25 de junho de 2009


Vistoria


CNJ realiza inspeção no TJ/ES

Começou na manhã de segunda-feira, 22/6, a inspeção do CNJ no Judiciário do Espírito Santo. Durante a estada no Estado, a equipe, composta por seis juízes e 16 assessores do CNJ, vai avaliar os trabalhos desenvolvidos pelos setores do TJ e dos Cartórios de Comarcas da Grande Vitória e do interior. O Espírito Santo é o décimo Estado do país a receber a vistoria, que é um procedimento padrão do CNJ.

O presidente em exercício do TJ/ES, desembargador Álvaro Bourguignon, recepcionou os integrantes da comitiva do CNJ, que chegou ao TJ/ES pela manhã. Para o desembargador Álvaro, os trabalhos do CNJ no Judiciário Estadual são vistos como uma iniciativa positiva, pois a inspeção é uma parceria para o aprimoramento da prestação jurisdicional e dos serviços do Judiciário do Espírito Santo.

Um dos integrantes da Comissão, o juiz auxiliar da Corregedoria do CNJ, Ricardo Chimenti, afirmou que a inspeção vai abranger os setores de Distribuição, dos Recursos Humanos, Orçamentário, gabinetes de desembargadores, além da Corregedoria e da

Presidência do Tribunal de Justiça. Ainda segundo o magistrado, os trabalhos também vão se estender às Comarcas não apenas à Grande Vitória, mas também em municípios do interior do Estado.

Ricardo Chimenti destacou ainda que a intenção da vistoria é verificar aspectos como eficácia, gestão e agilidade na tramitação processual. "A ideia da inspeção é buscar o aprimoramento dos procedimentos, colher práticas inovadoras e apurar eventuais denúncias", destacou o magistrado.

Outra atividade destacada pelo juiz auxiliar do CNJ é a realização de uma audiência pública, que vai acontecer hoje, 25/6, com a presença do ministro Gilson Dipp, corregedor nacional de Justiça. Nessa audiência, cidadãos e entidades da sociedade civil poderão participar para falar de questões ligadas à Justiça. A audiência pública será realizada no Salão do Tribunal Pleno do TJ/ES, a partir das 9h30.



_______________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 25/6/2009 11:06