sábado, 8 de maio de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Encontro reúne corregedores eleitorais em Minas

Pela primeira vez, Minas Gerais é sede do "XXIV Encontro do Colégio de Corregedores da Justiça Eleitoral", que começou ontem, 25/6, e vai até o próximo sábado, 27. Durante o evento, realizado no Hotel Mercure, em BH, magistrados de todo o país discutirão o processo eleitoral brasileiro.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Magistrados reunidos

Encontro reúne corregedores eleitorais em Minas

Pela primeira vez, Minas Gerais é sede do "XXIV Encontro do Colégio de Corregedores da Justiça Eleitoral", que começou ontem, 25/6, e vai até o próximo sábado, 27. Durante o evento, realizado no Hotel Mercure, em BH, magistrados de todo o país discutirão o processo eleitoral brasileiro. Segundo o vice-presidente e corregedor do TRE/MG e vice-presidente Administrativo da Amagis, desembargador José Antonino Baía Borges, a pauta do encontro aborda temas atuais a partir dos quais a Justiça Eleitoral pretende promover avanços no sistema eleitoral. "O encontro visa ao aperfeiçoamento do processo eleitoral, já com vistas às eleições do próximo ano", explicou.

O presidente do Colégio de Corregedores, vice-presidente e corregedor do TRE/SP, desembargador Walter de Almeida Guilherme, explicou que o encontro é realizado quatro vezes por ano e sempre trata de assuntos voltados para a avaliação dos processos eleitorais, com o objetivo de aprimorar cada vez mais os próximos pleitos. Para o magistrado, com esses avanços a Justiça Eleitoral está cada vez mais presente nas eleições.

As atividades do primeiro dia do evento foram encerradas com a palestra do ministro do STJ e do TSE, Fernando Gonçalves, que dispôs sobre as inovações do caráter tecnológico no processo eleitoral brasileiro, como a identificação biométrica nas urnas, a certificação digital e a prestação de contas.

O presidente do TRE/MG, desembargador Almeida Melo, o vice-presidente e corregedor do TRE/DF, João Mariosi, e o diretor executivo da Escola Judiciária do TRE-MG, juiz José do Carmo Veiga, também contribuíram para o debate com suas palestras. Ao fim do encontro, os corregedores irão aprovar e publicar a Carta de Minas Gerais com uma síntese das decisões, cujas sugestões serão encaminhadas ao TSE. O evento conta com o apoio da Associação dos Magistrados Mineiros.



_____________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 26/6/2009 10:52