Migalhas

Segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

Presidente da OAB/RS denuncia prática de assédio moral contra advogados no BB

Dirigente requer audiência com presidente da República e ministro da Fazenda a fim de buscar o diálogo como forma de solução para as graves denúncias feitas pelos profissionais da advocacia.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009


Denúncia

Presidente da OAB/RS denuncia prática de assédio moral contra advogados no BB

O presidente da OAB/RS, Claudio Lamachia, encaminhou na última semana ao presidente do CF/OAB, Cezar Britto, uma denúncia por assédio moral contra o diretor jurídico do BB.

Segundo a OAB/RS, no documento, o dirigente requer a colaboração do Conselho Federal da entidade para obter o agendamento de audiências com a presidência da República e com o ministro da Fazenda, a fim de buscar o diálogo como forma de solução para situações gravíssimas.

Lamachia afirma que, segundo os relatos, os advogados do BB vêm sendo, diariamente, vítimas de forte pressão psicológica, que tornam insalubre o ambiente de trabalho, afetando negativamente na saúde dos profissionais.

O dirigente ressalta ainda que "os indispensáveis e reconhecidamente competentes profissionais, atualmente convivem com pressões inadmissíveis perante a ordem social-democrática, diante da gestão do atual diretor jurídico, que aparentemente possui um poder imperial, muito distante da centenária tradição de respeito aos colaboradores, que atuam na representação da instituição".

Fatos recorrentes

Segundo a OAB/RS, não foi a primeira manifestação de Lamachia contrária às atitudes da atual gestão do departamento Jurídico do banco. Em 2008, após a demissão de advogados que atuavam nos Estados do Rio Grande do Norte e Maranhão, aparentemente ocasionadas em represália a ações judiciais dos advogados interpostas através dos sindicatos dos bancários, pleiteando jornada de trabalho de 20 horas semanais, previstas em lei, o dirigente emitiu nota em defesa dos profissionais, assim como o Conselho Seccional da OAB.

Em maio de 2009, os profissionais foram reintegrados ao quadro de advogados do BB, em ação proposta perante a Justiça do Trabalho.

_____________

patrocínio

últimas quentes

-