O que saiu em Migalhas sobre Delaide Miranda
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Delaide Miranda

/amanhecidas
quinta-feira, 22/2/2018

MIGALHAS nº 4.301

Informações jurídicas de quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018.

...aqui) Encômios A ministra Delaíde Miranda conquistou primeiro lugar na categoria gabinete mais produtivo. O gabinete dela julgou, no ano passado, 16.910 processos. Na sequência, ficou a ministra Maria Helena Mallmann,...
MIGALHAS nº 4.301
/quentes
terça-feira, 17/10/2017

OAB pode atuar como assistente de escritório acusado de fraude pelo MPT

Decisão da SDI-2 do TST permite ingresso da Ordem como assistente simples em ACP.

...ministras Maria Helena Malmann e Delaíde Miranda votaram com a divergência. Diante do empate, prevaleceu o voto do presidente Ives pelo reconhecimento da possibilidade do Conselho Federal da Ordem participar na ACP na...
OAB pode atuar como assistente de escritório acusado de fraude pelo MPT
/amanhecidas
segunda-feira, 3/4/2017

MIGALHAS nº 4.084

Informações jurídicas de segunda-feira, 3 de abril de 2017.

...palestrantes os ministros Delaíde Miranda e Alexandre Agra Belmonte, do TST, e a 1ª vice-presidente do IAB e presidente da Comissão de Direito Sindical da OAB/RJ, Rita Cortez, dentre outros. O encontro será realizado pela...
MIGALHAS nº 4.084
/amanhecidas
terça-feira, 21/2/2017

MIGALHAS nº 4.057

Informações jurídicas de terça-feira, 21 de fevereiro de 2017.

...Godinho, Augusto César, Delaíde Miranda e Hugo Carlos Scheuermann. A ministra Kátia Arruda foi reconduzida ; e para as demais vagas, passam a compor o colegiado os ministros Douglas Alencar Rodrigues, Maria Helena...
MIGALHAS nº 4.057
/quentes
segunda-feira, 26/9/2016

TST: Acordo coletivo de horas in itinere sem contrapartida é inválido

Em julgamento histórico, Pleno considerou que precedentes do STF não se aplicavam ao caso.

Em julgamento histórico, Pleno considerou que precedentes do STF não se aplicavam ao caso.
TST: Acordo coletivo de horas in itinere sem contrapartida é inválido
/quentes
segunda-feira, 13/7/2015

Loja terá de ressarcir vendedor por gastos com roupas da marca

O funcionário alegou que era obrigado a trabalhar exclusivamente com roupas da empresa.

...com a relatora, ministra Delaíde Miranda, o que se discute no processo não é a imposição do uso das roupas aos empregados, mas a transferência a eles em assumir uma obrigação que é originalmente da empregadora.O voto da...
Loja terá de ressarcir vendedor por gastos com roupas da marca
/depeso
sexta-feira, 15/5/2015

Redes sociais: o advento da troca de mensagens via aplicativo de celular e o ambiente de trabalho

Boa aplicação do Direito do Trabalho por meio de políticas claras, objetivas e de fácil execução se torna um aliado necessário ao empregador.

...própria ministra do TST, Delaíde Miranda, em entrevista à TV TST, recomendou e afirmou que a previsão contratual permitindo, ou não, o uso das redes sociais no ambiente corporativo daria mais segurança ao trabalhador4....
Redes sociais: o advento da troca de mensagens via aplicativo de celular e o ambiente de trabalho
/amanhecidas
quarta-feira, 4/3/2015

MIGALHAS nº 3.568

Informações jurídicas de quarta-feira, 4 de março de 2015.

...ministras Eliana Calmon e Delaíde Miranda. (Clique aqui) Empresa Limpa Migalhas promove o seminário "Lei da Empresa Limpa : Aspectos Práticos", dia 16 de março, das 9 às 18h, no Hotel Tivoli São Paulo - Mofarrej....
MIGALHAS nº 3.568
/amanhecidas
quarta-feira, 25/2/2015

MIGALHAS nº 3.563

Informações jurídicas de quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015.

...ministras Eliana Calmon e Delaíde Miranda farão uma palestra especial. O evento será realizado dia 4/3, às 19h, no auditório da OAB/DF. (Clique aqui) Posse O juiz André Guilherme Lemos Jorge será empossado como membro...
MIGALHAS nº 3.563
/quentes
quarta-feira, 9/1/2013

TST decidiu diversos casos sobre uso de redes sociais no trabalho em 2012

Questões como intimidade e invasão de privacidade chegam cada vez com mais frequência no Tribunal.

...entrevista recente à TV TST, a ministra Delaíde Miranda abordou o tema. Para ela, a previsão em contrato permitindo, ou não, o uso das redes sociais no ambiente corporativo daria mais segurança ao trabalhador. Outro ponto...
TST decidiu diversos casos sobre uso de redes sociais no trabalho em 2012
Não há mais resultados para serem exibidos.